Indaiatuba

Sindicato protesta contra Sou Indaiatuba

Redação
Escrito por: Redação

Um grupo de manifestantes ligados ao Sindicato dos Rodoviários, protestou em frente á Empresa Sou Indaiatuba, que assumiu o transporte público da cidade neste feriadão. Segundo os representantes dos trabalhadores, a empresa havia se comprometido a contratar os funcionários da Companhia de Transportes de Indaiatuba (Citi), o que não ocorreu.

Entenda o caso.

Em outubro do ano passado, a Prefeitura da cidade declarou a caducidade do contrato e rompeu o vínculo com a empresa. A alegação da Administração era de que os coletivos eram velhos, sem manutenção e com irregularidades na documentação. Multas foram aplicadas pelo Município à empresa, chegando à quantia de R$1,6 milhão.

Após a oficialização do rompimento do contrato, com publicação de decreto no Diário Oficial em outubro, a Prefeitura informou que iria contratar uma nova empresa em caráter emergencial para operar o transporte público durante 180 dias, até que uma licitação fosse feita para a escolha de outra empresa.
Mesmo com o fim do contrato, a Rápido Sumaré continuou realizando o serviço na cidade, e obteve uma liminar para permanecer atuando até que o caso fosse julgado. A Prefeitura derrubou a decisão no final de janeiro deste ano, quando a empresa Sancetur já havia sido escolhida para operar o serviço de maneira emergencial, e determinou que a partir deste sábado, dia 10 de fevereiro, a nova empresa passaria a realizar o transporte público.
Na véspera da troca de empresas, o juiz Thiago Mendes Leite do Canto, da 3ª Vara Cível do Foro de Indaiatuba, concedeu liminar que suspende os efeitos do decreto que declarou a caducidade da concessão do serviço público de transporte coletivo, determinando que a Rápido Sumaré continue executando os serviços contratados. Pela decisão do juiz, a contratação emergencial da Sancetur também foi suspensa, assim como o cadastramento iniciado na última quarta-feira, pela empresa Sou Indaiatuba.
A partir da decisão que dá à Sancetur a concessão emergencial do transporte público, tanto no Velódromo Municipal quanto no Centro de Convenções será possível fazer o cadastramento e recarga do bilhete eletrônico, das 8h30 às 17h. Segundo a nota oficial, “a Prefeitura reforça que o principal objetivo do seu compromisso público é garantir transporte de qualidade à altura das necessidades e desejos da população de Indaiatuba”. Com informações do Correio Popular

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: