Decor

8 dicas de organização para fazer uma mudança com mais conforto e tranquilidade

Redação
Escrito por: Redação
Para garantir a segurança dos itens e mais facilidade na hora de tirá-los das caixas, é indicado fazer uma limpa, usar etiquetas, separá-los por categorias e lutar contra a tentação de abrir todas as caixas de uma vez na casa nova

Seja por necessidade ou para morar na casa dos sonhos, realizar uma mudança não é a coisa mais fácil do mundo. Nesse momento, as pessoas costumam encontrar coisas que estavam perdidas há anos, questionar a quantidade de roupas que têm, ver uma bagunça interminável se formando e ter a impressão de que a arrumação nunca vai chegar ao fim, mas, com algumas dicas de organização, é, sim, possível tornar o processo mais tranquilo.

Leia também: Confira seis dicas práticas de organização do Pinterest para você testar agora

De acordo com Hans Scholl, CEO da MetroFit – empresa que oferece serviços de locação de espaços para quem precisa guardar itens pessoais ou estoques de produtos – para garantir uma mudança tranquila, algumas coisas devem ser feitas antes mesmo de começar o processo de empacotamento. Confira as dicas de organização do profissional para encaixotar tipos diferentes de itens e manter tudo inteiro após a mudança:

Dicas de organização para uma mudança tranquila

Seguindo algumas dicas de organização, o momento de fazer uma limpa nos bens, encaixotar, transportar e desempacotar móveis e pertences em uma mudança pode, sim, ficar um pouco menos caótico

Shutterstock

Seguindo algumas dicas de organização, o momento de fazer uma limpa nos bens, encaixotar, transportar e desempacotar móveis e pertences em uma mudança pode, sim, ficar um pouco menos caótico

1. Tire medidas (tanto dos móveis quanto dos espaços)

É claro que, ao fazer uma mudança , espera-se que seja possível acomodar todos os itens da casa antiga na nova, mas isso nem sempre é o que acontece. Isso porque, às vezes, apesar de parecer que há espaço suficiente para os móveis, eles não se acomodam de maneira organizada – ou pior, não passam por certas portas ou escadarias.

via GIPHY

Para evitar esse tipo de situação, o especialista aconselha tirar medidas tanto dos móveis que serão levados quanto dos cômodos novos e, assim, descobrir o que cabe e o que é melhor ser substituído. Além disso, também é indicado prestar bastante atenção nas condições dos elevadores, das escadas, das portas e das janelas dos por onde a mudança vai passar para ter certeza de que será possível carregar os móveis até os cômodos em que eles ficarão.

Além disso, quanto mais cedo essa “vistoria” nos locais for feita, melhor. Isso porque, caso algum móvel não passe por portas e escadas, será necessário contratar um serviço de içamento (que carrega os móveis em questão pela janela ou varanda da casa), e fazer isso em cima da hora pode gerar estresse, dificultando a mudança.

2. Faça uma limpa

via GIPHY

Já que para fazer uma mudança é preciso esvaziar todos os móveis e manusear praticamente todos os itens da casa, fazer uma boa limpa entre os pertences também faz parte das dicas de organização pré-mudança.

Para Scholl, é importante desapegar do que não faz sentido ter em casa, e, para fazer essa decisão, uma boa ideia é livrar-se tudo o que já não é usado a mais de um ano (e sem dó!). Além disso, itens muito desgastados e que já não funcionem direito também devem ser doados ou descartados (inclusive móveis).

3. Limpe tudo antes de empacotar

via GIPHY

É claro que, na hora de empacotar os pertences, dá vontade de fazer tudo de qualquer jeito para terminar o mais rápido possível, mas, antes de colocar todos os itens em caixas, Scholl indica fazer ao menos uma limpeza superficial em tudo.

Nesse momento, é bom ter um pano úmido e um espanador por perto para tirar o pó que fica acumulado em enfeites e outros itens guardados há muito tempo. Quando tudo for desempacotado no imóvel novo, o especialista afirma que os itens devem ser limpos com mais afinco para que tudo fique “nos trinques”.

4. Faça um inventário

via GIPHY

De acordo com a MetroFit, uma das dicas de organização mais importantes para assegurar uma mudança tranquila é, após fazer uma boa limpa e decidir o que realmente será levado da casa antiga para a nova, montar um inventário em que conste todos os pertences antes de começar a encaixotar tudo.

Para isso, o especialista aconselha dividir essa lista em grupos: um para os itens que serão levados pela transportadora e outros para os que serão levados pelos próprios donos ou pessoas designadas por eles. Nesse inventário, além da definição dos itens, é importante incluir campos para a quantidade (para objetos repetidos) e para o estado em que eles se encontrem.

Leia também: Veja como refazer a decoração de um imóvel alugado sem grandes reformas

5. Tenha cuidado na hora de encaixotar

via GIPHY

A tentação de enfiar todas as roupas em malas ou caixas sem qualquer ordem e se preocupar mais apenas com os itens que podem quebrar é grande, mas, nessa hora, é preciso seguir algumas dicas de organização para assegurar a integridade dos pertences e facilitar na hora de desempacotá-los. Além disso, cada categoria de objetos possui uma forma mais indicada de se guardar:

  • Roupas: de acordo com o especialista, o mais indicado é envolver as peças em papel de seda e sacos a vácuo antes de colocá-las em caixas. Quando todas elas estiverem guardadas, as caixas devem ser fechadas com fita adesiva.
  • Sapatos: para evitar que eles sujem outros itens, a dica é separar os pares em sacos de TNT ou envolve-los em papel manilha (aquele rosa que é vendido por metro) antes de colocá-los nas caixas para a mudança.
  • Utensílios de cozinha: nessa hora, é preciso usar, além de papel de seda e papel manilha, o plástico bolha. Os pratos, copos, taças e demais objetos como assadeiras, panelas e talheres devem ser envolvidos nesses materiais para evitar que quebrem ou danifiquem uns aos outros.
  • Enfeites e outras miudezas: conforme explica o especialista, dependendo do material de que o item é feito, o plástico bolha também deve ser usado para envolvê-lo antes de ele ir para a caixa. Além disso, usar cobertores de mudança para diminuir o impacto e atrito entre os objetos também pode ajudar.
  • Móveis: Segundo a MetroFit, o mais indicado – tanto em questão de custos quanto de estresse – é a contratação de organizadores profissionais para embalar os móveis e protegê-los em eventuais acidentes de percurso. Caso isso não seja possível, a ideia é embalar os móveis – ou partes deles – em plástico bolha e cobertores de mudança.

Na hora de empacotar os pertences, outra das dicas de organização que devem ser seguidas é a de utilizar etiquetas coloridas para identificar o que há em cada caixa e separá-las em categorias. Em seguida, é importante respeitar essas categorias antes de empilhá-las para assegurar que caixas muito pesadas fiquem em cima daquelas que contêm itens mais frágeis.

6. Planeje bem o transporte dos itens 

via GIPHY

Além de seguir algumas dicas de organização para facilitar o momento de desempacotar os pertences na casa nova, também é indispensável assegurar que a transportadora prestará um bom serviço.

Na hora de fazer a escolha da empresa, o especialista recomenda analisar mais de uma, avaliar a possível necessidade de seguros para certos itens e prestar atenção nas particularidades de casa uma para se preparar caso, por exemplo, a transportadora escolhida não retire ou instale itens como lustres, cortinas, etc.

Chegando ao imóvel, é importante organizar novamente as caixas por categorias checando as etiquetas e colocando cada uma no cômodo onde os itens que estão nelas serão dispostos.

7. Comece a desempacotar pelos itens maiores

via GIPHY

De acordo com a MetroFit, na hora de começar a abrir as caixas e pacotes na casa nova, o melhor é começar pelos grandes – ou seja, pelos móveis. Desempacote cada um deles, monte as peças dos que estiverem desmontados, limpe-os devidamente e coloque almofadinhas adesivas nos pés dos que podem danificar o piso quando arrastados antes de colocá-los nos devidos lugares.

Depois que todos os móveis estiverem montados, a ideia é ir de cômodo em cômodo desempacotando enfeites e outros pertences para acomodá-los onde devem ficar e começar a fazer a decoração da casa .

8. Abra uma caixa de cada vez 

via GIPHY

Na hora de arrumar tudo na casa nova, algo que o especialista considera fundamental entre as dicas de organização é não ceder à tentação de abrir todas as caixas de uma vez. Segundo ele, isso torna o momento caótico e pode tornar o processo ainda mais difícil. Sempre com um estilete, um pano úmido e outros apetrechos de limpeza por perto, a ideia é abrir uma caixa por vez, finalizando a disposição de cada um dos itens dentro dela antes de começar a desfazer a próxima.

Fonte: Delas – iG @ https://delas.ig.com.br/casa/2018-07-29/dicas-de-organizacao-mudanca.html

Image: reprodução

 

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: