‘Agradeço às comissões técnicas, mas não todas’, diz Michael ao se despedir do Flamengo

Aos 25 anos, atacante deixa o Rubro-Negro para assinar com o Al Hilal, da Arábia Saudita

Michael jogou 105 partidas pelo Flamengo (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Já com uma emocionante despedida ao Flamengo feita, Michael deixará o Brasil nas próximas horas rumo à Arábia Saudita, onde atuará no Al Hilal pelas três temporadas a seguir. E uma fala do atacante, em entrevista recente à “FlaTV”, chamou a atenção dos rubro-negros: o agradecimento às comissões técnicas do clube com direito a uma exceção (não revelada).

– Eu agradeço a Deus antes de tudo. Minha família, mas eu agradeço ao Flamengo. Quando eu falo Flamengo, eu falo vocês funcionários, eu falo comissão técnica, não todas. Com todo respeito, mas não todas. Mas, agradeço muito ao Marcos, ao Bruno e a esses jogadores, que são f***.

– Não falo futebol, não. Falo pessoa. Esse grupo aqui… eles são torcedores pelo que são fora de campo. A ajuda que cada um aqui proporciona um para o outro é f***. Não é família, mas são bem próximos de ser.

Michael chegou ao Flamengo para a temporada 2020, após os cariocas vencerem a concorrência no mercado. Assim, por 7,5 milhões de euros (R$ 34,5 milhões na cotação da época), tirou o jogador do Goiás.

O atacante, revelação do Brasileirão de 2019, tardou a se encaixar, passou pelas mãos de Jorge Jesus, Domènec Torrent, Rogério Ceni e Renato Gaúcho e só foi deslanchar do meio de 2021 para frente.

Ele encerrou o último ano o ano como um dos nomes mais decisivos do time, com 19 gols e dez assistências. Ao todo, Michael somou 105 jogos pelo Flamengo, com 23 gols e 14 assistências.