Alberobello: uma cidade italiana que realmente nos surpreendeu!

Fomos atrás de um belo passeio e ao chegarmos lá, fomos recebidos com um banho de história e uma beleza bem peculiar. 

Acervo pessoal/Murilo Moro e Talita Meira

Uma das cidades italianas que mais nos surpreenderam!

Já nos frustramos algumas vezes por querer muito conhecer um lugar pela sua fama e beleza, e chegando lá não era tudo isso, mas Alberobello realmente nos surpreendeu!

Superou as nossas expectativas, nos encantou tanto, que durante o passeio fizemos uma vídeo chamada para a nossa família para que eles pudessem de alguma forma, visitarem junto com a gente esse lugar impressionante, de pertinho.

As fotos falarão por si, porém, poder vivenciar esse momento é inexplicável, porque toda essa beleza que faz parte da região da Puglia, obviamente é carregada de história e significados.

E lá vamos nós!

Construções conhecidas como Trullo por aqui é muito comum, inclusive, estamos hospedados em um!

Isso mesmo, estamos hospedamos numa casa que é um Trullo, na parte rural da cidade de Monopóli, cuidando de 4 gatinhos negros, tão idênticos uns aos outros que nem os próprios donos conseguem identificar quem é quem.

Vamos lá, mas o que são os Trullos?

São construções em pedra calcária, cujo teto é em formato de cone, e muito antigamente eram construídos sem nenhum tipo de cimento ou argamassa para sustentação, apenas uma pedra encaixada sobre a outra.

Trullos era usados como casas ou como armazéns.

Muitas casas possuem desenhos em seus tetos, trazendo símbolos supersticiosos, mágicos e instigantes, alguns representam  boa sorte, boa colheita ou proteção.

Segundo consta a história, essas pedras eram colocadas estrategicamente dessa forma, algumas, podendo ser retiradas no momento em que houvesse alguma invasão inimiga, e assim, pudesse parecer apenas montes de pedras entulhadas.

Outros dizem que quando o teto “desmoronasse” dessa forma estratégica, evitaria ser cobrado impostos sobre essas construções, uma vez que o teto havia desabado.

Trullo também deriva do grego trûllos que significa cúpula.

Hoje o centro histórico, é composto por restaurantes, bares, pousadas, comércios locais e também moradias.

E claro, os trullos, é patrimônio mundial da Unesco desde 1996.

Fomos atrás de um belo passeio e ao chegarmos lá, fomos recebidos com um banho de história e uma beleza bem peculiar.

E mesmo que pareça que já conhecemos tantos lugares, existirá sempre algo novo para nós impactar, e assim foi com a bela e mágica cidade de Alberobello.

Vale a pena parar, conhecer e carregar para sempre na memória e no coração, esse lugar extraordinário.

Expectativa pode até gerar um certo desconforto, mas ela nunca irá falhar seja para aprendermos ou para nos encantarmos.

Talvez o sorriso não seja garantido, mas s experiência fica.

Imagens: arquivo pessoal/Murilo Moro e Talita Meira
Talita Meira, 36 anos Natural de Pirassununga, interior de SP Publicitária de formação Marketeira de especialização Escritora de coração – siga @paragrafeii Eterna viajante Amante de fotos, natureza, esportes e culinária Me considero uma pessoa divertida, sensível e intensa. Tem coisa que você aprende, só depois que você cruza o oceano. Desapegar é um estilo de vida, vai por mim! Murilo Moro, 30 anos, atleta por opção, bartender de profissão, saiu do Brasil com 18 anos em busca de um sonho, já morou em 4 países diferentes, e visitou outros tantos, apaixonado por línguas acabou aprendendo 4, obcecado pela cultura alheia e pelas diferenças entre elas. Aprendiz, que tem muito a ensinar.