Cultura Nelson Polinário

Amador ou Profissional: qual é melhor? Diretor, crítico e ator a mais de 15 anos. Atua como empresário, preparador de elenco e gestor de carreiras

Nelson Polinário
Escrito por: Nelson Polinário

Por Nélson Polinário – Muitos utilizam o “ser amador” como algo pejorativo e de menor qualidade e o “profissional” como algo digno de aplausos e louros. Isso pode acontecer em diversos seguimentos, mas aqui focarei somente no seguimento artístico como por exemplo nas profissões de ator, cantor, guitarrista, pintor e assim por adiante. Mas, existe um erro nessa utilização pejorativa do termo “amador” ou o enaltecedor “profissional”.

A questão é bem simples: o que difere o amador do profissional é a relação com o dinheiro. Isso mesmo, nada mais. O amador não busca dinheiro, já o profissional sim. Para o amador a arte não sustenta financeiramente sua vida, já para o profissional sim. Pronto. É isso.

Essa relação com o dinheiro nada reflete a técnica, competência, conhecimento ou qualidade do artista. Muitos profissionais podem ter pouca técnica enquanto amadores podem ter muito mais. Assim como o contrário também pode acontecer. Isso vale também para a competência, conhecimento, qualidade, empenho, dedicação e etc, etc e etc.

Sendo assim, “ser amador” não quer dizer ser ruim e “ser profissional” não quer dizer ser bom. Esse fato revela apenas a relação que o artista tem com o dinheiro e o sustento financeiro da sua vida. Então, não ache que falar para algum artista que o trabalho dele é “amador” seja algo pejorativo ou que ao elogiar com “Nossa que trabalho profissional!” seja algo bom. Nenhum é melhor do que o outro. Se você fizer isso estará apenas fazendo papel de bobo e usando indevidamente as palavras “amador” e “profissional”.

Sobre o autor

Nelson Polinário

Nelson Polinário

Nelson Polinário é ator, diretor teatral e professor, Presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Indaiatuba, Consultor em Mercado Artístico-Cultural e fundador do Espaço Teatral e Cia "Nelson Polinário". Soma em sua carreira participações em espetáculos vencedores dos maiores prêmios brasileiros e experiências com conceituados artistas e cias da Itália, Israel, Canadá, Espanha, Holanda e França.

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: