Z1 Cidades

Americana: Suspeito de matar ex-companheira a facadas é preso

Redação
Escrito por: Redação

Um homem de 35 anos foi preso na tarde deste domingo (1º) suspeito de matar a ex-companheira a facadas em um bar de Santa Bárbara d’Oeste (SP). Fabio Orozimbo de Toledo foi detido no bairro Praia Azul, em Americana (SP), e a Polícia Militar (PM) afirma que ele admitiu o crime, ocorrido na noite de sábado (30). A vítima, de 25 anos, deixa uma filha de 2 anos com o homem.

Segundo a PM, a vítima, chamada Gessica de Oliveira, foi a um bar em Santa Bárbara d’Oeste com o irmão na noite de sábado. O ex-companheiro a encontrou no local e começou uma discussão. Durante a briga, ele pegou uma faca que tinha levado, acertou o pescoço da vítima e fugiu, informou a polícia.

Gessica foi socorrida pela Guarda Civil Municipal para o Pronto-socorro Dr. Édson Mano, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de domingo. O sepultameto da vítima ocorre durante a tarde no Cemitério Parque Gramado, em Americana.

Gessica Oliveira, de 25 anos, foi morta a facadas em um bar de Santa Bárbara d'Oeste  (Foto: Reprodução/Facebook/Gessica Oliveira)

Gessica Oliveira, de 25 anos, foi morta a facadas em um bar de Santa Bárbara d’Oeste (Foto: Reprodução/Facebook/Gessica Oliveira)

A prisão

A PM recebeu uma denúncia de que o homem estaria no bairro Praia Azul nesta tarde. Após patrulhamento, ele foi encontrado caminhando pela Rua Maranhão. Questionado, confessou, segundo a polícia, que estava no bar e cometeu o crime.

De acordo com a PM, o homem disse que tinha um relacionamento com a vítima que foi terminado recentemente, mas ele não aceitou. O irmão da vítima ouvido pela reportagem da EPTV informou que ele queria reatar o namoro, mas a irmã não queria.

Segundo ele, Toledo já tentou enforcar Gisele e era violento.

Medidas protetivas

A PM informou que a vítima tinha duas medidas protetivas contra o homem. Com isso, ele não poderia se aproximar dela. Em uma delas, de 2016, ele tentou sequestrar a filha, segundo a corporação. No outro caso, o suspeito a ameaçou de morte por um aplicativo de conversas pela internet.

Toledo foi levado para a Central de Polícia Judiciária (CPJ) e, de acordo com a PM, seria preso em flagrante por feminícidio. Durante a noite, o caso foi transferido para a delegacia de Nova Odessa (SP), onde o registro terminaria, já que houve falta de luz na CPJ. Com informações do G1

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/suspeito-de-matar-ex-companheira-a-facadas-e-preso-em-americana-sp.ghtml

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: