Astro do Bayern de Munique, Thomas Muller é acusado de crueldade contra animais

Grupo de direitos pelos animais criticou o atacante alemão nesta quinta-feira (10)

Alexander Hassenstein / Getty Images

Thomas Muller está sendo acusado de crueldade animal pela empresa People for the Ethical Treatment of Animals (PETA) – Tratamento Ético aos Animais (em tradução literal) -, depois de revelar uma lesão sofrida por seu cavalo de estimação.

O astro do Bayern de Munique junto de sua esposa, Lisa, adestradora de animais, administram algumas coudelarias na Alemanha. Eles comercializam doses de sêmem de cavalo congelados.

Em seu Instagram, Muller relatou que um de seus cavalos, conhecido como Dave, teve uma lesão grave e não poderá se utilizado para fins de reprodução:

Infelizmente, temos más notícias. Nosso Dave não estará disponível nos próximos meses. Ele escorregou durante um teste preparatório para a época de reprodução e caiu dramaticamente de lado. Ele sofreu uma lesão na área lombar e precisará descansar completamente nos próximos meses“, disse o atacante da Alemanha.

Uma das líderes da empresa PETA, Jana Hoger, se irritou com o informe e disparou contra o atleta:

É horrível que os tais amantes de cavalos forcem os animais sob seus cuidados a atos sexuais não naturais para obter o máximo lucro deles. Os ferimentos que Dave sofreu sob a supervisão de Lisa e Thomas Muller eram evitáveis ​​e desnecessários“.

Thomas Muller e Lisa ainda não se pronunciaram sobre o fato.

Agressões de Zouma ao seu gato

Kurt Zouma, zagueiro do West Ham, se envolveu em polêmica recente por ter vídeos revelados de maus tratos a seu gato de estimação. O atleta tem sido alvo de críticas pesadas, perdeu patrocínio da Adidas e recebeu uma multa de 300 mil euros do clube inglês.

No entanto, o francês segue no elenco do West Ham. Inclusive, foi titular na última partida do Campeonato Inglês contra o Watford, 8 de fevereiro, mesmo dia do incidente.