Z1 Cidades

Boituva: Família de irmãos sequestrados e mortos pelo pai vai mudar de casa e doar roupas das crianças: ‘Destruiu a gente’, diz avó

Redação
Escrito por: Redação
Jovem de 23 anos sumiu com os filhos, de 1 e 3 anos, após buscá-los na creche e fazer ameaças à ex-mulher. Crianças e o pai foram achados mortos em área de mata em Boituva (SP).

A avó materna dos meninos Gustavo Santos, de 3 anos, e Bernardo Alves, de 1 ano, que foram sequestrados e mortos pelo pai, em Boituva (SP),afirma que ela e a mãe das crianças vão mudar de casa. A medida é para tentar evitar as lembranças dos meninos no imóvel que estavam morando.

Os irmãos foram achados mortos no dia 22 de setembro em uma propriedade rural. O pai deles, Raí Santos, de 23 anos, também foi encontrado enforcado, pendurado em uma árvore perto das vítimas em uma área de mata.

“Está insuportável ficar na casa e ver todas as coisas deles. É horrível demais. Nunca pensei que passaríamos por isso. Por isso vamos mudar para outra casa que fica no mesmo bairro, mas pelo menos vai ajudar a gente a reconstruir a vida”, conta Cleide Alves de Souza.

De acordo com Cleide, a mãe dos meninos está em São Paulo desde o enterro das crianças. Eles estavam morando na casa dela há oito meses desde que a jovem se separou de Raí. Segundo a avó, as roupas dos irmãos serão doadas.

“Minha filha foi para São Paulo na casa do tio e pai logo após o enterro. Está com sistema nervoso abalado e muito mal, tomando remédios. Por isso, vamos doar as roupas e objetos dos meninos para crianças carentes que conhecemos do Norte. Mas ela quer ficar com pelo menos três peças como lembrança”, diz.

Ameaças

Ao G1, a avó afirmou que Raí já havia ameaçado a filha dela de fazer algo com algum membro da família caso não voltasse com o relacionamento. Contudo, ela afirma que não esperava que ele poderia matar os filhos dele.

“Ele amava demais os meninos e nunca ia imaginar que ia fazer isso. Tenho certeza que doeu muito nele fazer o que fez, porque sempre tratou as crianças muito bem. Ele já tinha agredido minha filha e ameaçou fazer algo com alguém da família. Mas nunca ameaçou os meninos. Foi um choque”, diz.

No dia em que Raí sumiu com as crianças, Cleide afirma que chegou a vê-lo na rua.

“Eu estava indo para o trabalho, quando vi o Raí com os meninos na rua. Não sabia o que estava acontecendo até minha filha mandar mensagem que eu precisava buscá-la no trabalho urgente. Foi lá que soube. Se eu soubesse tinha impedido. Mas ele foi muito rápido e já pegou um táxi”, diz.

De acordo com Cleide, o jovem cometeu assassinato porque a filha não queria retornar o relacionamento.

“Ela negou voltar com ele porque ele a agrediu e aí ele não aceitou a separação. Mas é uma coisa de outro mundo isso. Destruiu nossa família e a família dele”, diz.

Investigações

Segundo o delegado Carlos Antônio Antunes, a suspeita é de que Raí tenha matado uma criança por vez e, em seguida, colocou os filhos abraçados um ao outro, pois tinham costume de dormir juntos.

“Ele, de forma sádica, depois de ter matado as duas crianças, colocou as duas juntas abraçadas, até porque, conforme relatos da família, as crianças dormiam juntas e tinham costume de dormir abraçadas”, explica.

Bombeiros fizeram buscas nesta sexta-feira (20) por crianças desaparecidas em Boituva — Foto: Claudio de Souza/TV TEM

Bombeiros fizeram buscas nesta sexta-feira (20) por crianças desaparecidas em Boituva — Foto: Claudio de Souza/TV TEM

De acordo com a polícia, o rapaz estava sumido com as crianças desde quinta-feira (20) após sequestrar os filhos e ameaçar a ex-mulher. A jovem registrou boletim de ocorrência e denunciou o caso, que passou a ser investigado como sequestro.

Uma equipe do Canil de Tatuí (SP) foi quem encontrou as vítimas durante buscas realizadas no sábado com o apoio da Guarda Civil Municipal.

A perícia técnica foi acionada e o local foi isolado. Ainda conforme a Polícia Civil, os laudos que vão apontar a causa da morte das crianças devem no final de outubro.

“Só com o laudo do IML vamos saber se ele realmente enforcou ou esganou, até porque uma das cordas estava pendurada em uma das árvores, mas, como só os peritos podem mexer, não sabemos ainda se há marca da corda no pescoço das crianças”, comenta o delegado.

Câmeras de segurança

Câmeras de segurança de uma loja agropecuária registraram o momento em que o jovem Raí Santos, de 23 anos, entra no estabelecimento para comprar cordas antes de matar os dois filhos.

Nas imagens é possível ver que Raí entra na loja com o filho de três anos no colo. Em seguida, o menino aparece indo em direção à porta e o rapaz vai atrás e segura o menino pelo braço.

O jovem fica menos de cinco minutos na loja. Depois de pegar o que queria, e vai embora com Gustavo em direção ao táxi, onde estavam o outro filho, de 1ano e o taxista.

De acordo com o vendedor Augusto Henrique de Lima, o rapaz comprou dois pedaços de corda de dois metros. “Ele pediu dois pedaços se cordas, mas depois pediu mais um”, diz.

Segundo a dona da loja, Flaviane Januário Bueno, nada levava a crer que homem que entrou na loja com o filho de três anos no colo iria fazer o que fez.

“Parecia uma pessoa normal. Estava segurando na mão do filho. Como qualquer pai normal. Pediu os três pedaços de corda e estava atencioso com o menino”, afirma.

Enterro

Os irmãos Gustavo e Bernardo foram enterrados na tarde de domingo (23), no Cemitério da Saudade, sob forte comoção. Uma das tias dos meninos desmaiou no momento em que os caixões chegaram.

O velório foi acompanhado somente pela família e funcionários da escola onde as duas crianças estudavam.

O pai dos meninos, Raí, também foi enterrado no domingo, mas não houve velório por questões de segurança. A Guarda Civil Municipal fez a escolta do carro funerário, já que moradores, revoltados com o crime, ameaçaram depredar o caixão. A família de Raí acompanhou o enterro.

A Prefeitura de Boituva decretou luto oficial de três dias na cidade. A escola onde as crianças estudavam está funcionando em esquema de plantão, porém os pais que não têm como ficar com os filhos podem levar as crianças até a creche. A prefeitura também vai disponibilizar psicólogos para a família das vítimas.

Gustavo Santos, de 3 anos, e Bernardo Alves, de 1 ano, foram enterrados em Boituva  — Foto: Adolfo Lima/ TV TEM

Gustavo Santos, de 3 anos, e Bernardo Alves, de 1 ano, foram enterrados em Boituva — Foto: Adolfo Lima/ TV TEM

Sequestro

Câmera de segurança flagra momento em que pai entra com filho no colo para comprar corda em Boituva — Foto: Reprodução/TV TEM

Câmera de segurança flagra momento em que pai entra com filho no colo para comprar corda em Boituva — Foto: Reprodução/TV TEM

De acordo com a Polícia Civil, a mãe das crianças contou que o rapaz discutiu com ela na quinta-feira por não aceitar o fim do relacionamento e a ameaçou de morte.

Minutos depois o rapaz foi até a creche, pegou os meninos, passou em uma loja que vende produtos agropecuários, comprou uma corda e, desde então, não tinha sido mais visto, conforme afirma o delegado.

“As informações que foram passadas é que o pai tinha liberdade de buscar os filhos na escola e falou que ia pescar com eles. Só que não foi mais visto e, segundo a ex-mulher, ele tinha feito ameaças e falou que tinha intenção de matar os filhos”, disse Carlos Antunes no dia do sumiço.

Segundo o delegado, parentes das crianças foram ouvidos na sexta-feira (21). Buscas começaram a ser feitas no Parque das Árvores pelos bombeiros após um motorista de táxi afirmar à polícia que deixou o jovem no local onde existem áreas de mata fechada e represas.

“O taxista só disse que ele passou nessa loja e depois deixou os três no bairro onde tem lagos e passa o Rio Sorocaba. O rapaz tem antecedentes por tráfico de drogas e chegou a informação que é usuário de drogas”, afirma o delegado.

Além do laudo, a polícia vai solicitar um exame toxicológico para saber se Raí dopou as crianças para que não sentissem dor.

“A gente tem muitos anos de carreira, já vi de tudo e presenciamos muitas formas de homicídio, é muito chocante.”

Imagem capa: Arquivo pessoal

Com informações do G1

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: