Campinas: Prefeitura libera torcida em estádios e ginásios esportivos a partir de 4 de outubro

A Secretaria Municipal de Justiça informou que Campinas seguirá o protocolo do Governo do estado de São Paulo.

74
Crédito: Arquivo/PMC
Os estádios de futebol do Guarani e da Ponte Preta vão receber torcida a partir da próxima segunda-feira, dia 4 de outubro. A medida também vale para jogos de basquete, vôlei e futsal realizados no Ginásio do Taquaral, na Associação Atlética Ponte Preta Paineiras e no Ginásio de Esportes Rogê Ferreira. Os estádios e ginásios de Campinas não recebem público desde março de 2020.
A Secretaria Municipal de Justiça informou que Campinas seguirá o protocolo do Governo do estado de São Paulo.
A ocupação não poderá exceder 30% da capacidade neste primeiro momento. Todos os protocolos sanitários deverão ser seguidos. O uso de máscara será obrigatório em qualquer parte do estádio/ginásio. A capacidade vai ser ampliada para 50% depois do dia 16 de outubro.
Conforme autorizado pelo Comitê Científico do Estado, os torcedores deverão apresentar comprovante de que estão com o esquema vacinal completo com as duas doses da vacina Coronavac, Pfizer e Astrazeneca ou com a dose única da vacina Janssen.
Poderá ser permitida a entrada de pessoas com, pelo menos, uma dose de vacina, se apresentarem teste negativo para Covid-19 com 48 horas de validade, se for PCR, ou de 24 horas para testes de detecção de antígenos.
Capacidade máxima
Segundo o último laudo do Corpo de Bombeiros, o Ginásio das Paineiras, da Ponte Preta,  que recebe os jogos de Basquete do Vera Cruz, tem capacidade para 350 pessoas. O ginásio do Taquaral, onde o Vôlei Renata manda os jogos, pode receber até 2.580 expectadores.
O ginásio de esportes Rogê Ferreira, onde são realizadas as partidas do Pulo do Gato, tem capacidade para 1.100 torcedores.
Já o estádio Moisés Lucarelli pode receber um público de 19.798 no total; enquanto que no Brinco de Ouro, a capacidade total é para 26.000 torcedores.