Z1 Cidades

Campinas: Quatro pontepretanos são condenados a 19 anos de prisão por morte de bugrino em 2012

Redação
Escrito por: Redação
Quatro torcedores da Ponte Preta foram condenados a 19 anos de prisão pela morte de um torcedor bugrino ocorrida em 2012. O advogado que representa três dos quatro réus afirmou que irá recorrer da decisão. Eles seguirão em liberdade até o julgamento do recurso.

A vítima, Anderson Ferreira, tinha 28 anos, e foi morta em uma briga de torcidas nas proximidades do estádio Brinco de Ouro após dois jogos entre categorias de base de Ponte Preta e Guarani. Os jogos ocorreram no Brinco de Ouro, e tiveram a presença das torcidas dos dois times.

Após as partidas, a torcida da Ponte Preta foi escoltada pela Polícia Militar até o estádio Moisés Lucarelli, porém, um grupo de torcedores retornou ao Brinco de Ouro, dando início à uma briga entre as torcidas de Guarani e Ponte Preta.

Na confusão, Anderson foi agredido com pedras e barras de ferro. Ele chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Mário Gatti, onde ficou internado por três dias, até sua morte cerebral ser constatada.

Os quatro condenados são Paulo Henrique de Souza Pires Sigoli, Rodrigo de Aguiar Lopes, Jesserson Nery da Silva, e Valdir Bajano Junior. O advogado de defesa, Cléber Ruy Salerno, afirmou que não existem no processo provas da participação dos clientes dele no crime.

O júri popular teve duração de 14 horas e terminou somente na madrugada desta quarta-feira, 24. Cinco testemunhas foram ouvidas, sendo duas de acusação e três de defesa. Ainda serão julgados outros três torcedores acusados de envolvimento na briga. O julgamento deles está previsto para 13 de novembro. Com informações da CBN

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: