Futebol Internacional

Com Liverpool desfalcado, Klopp quer que time crie sua própria história

Redação
Escrito por: Redação

O técnico Jurgen Klopp conversou com a imprensa nesta terça-feira, véspera do primeiro jogo contra o Manchester City pelas quartas de final da Liga dos Campeões. O treinador do Liverpool enalteceu a gloriosa história do seu clube, um dos mais tradicionais da Europa, mas acredita que será necessário que os seus jogadores criem “sua própria história” diante do rival, considerado hoje o time que apresenta do melhor futebol do continente.

“Eu gosto de todas essas coisas, mas esse clube já é cheio de história e nós temos que escrever a nossa. Conheço pessoas que podem me dizer cada gol que o Liverpool fez a 37 anos atrás. Temos que ter orgulho da nossa história, mas precisamos criar a nossa própria história. Fiz muito isso com os outros times que treinei: em certo ponto você precisa fazer suas próprias coisas. Os rapazes estão prontos e estamos ansiosos para o jogo de amanhã”, disse Klopp.

O treinador do Liverpool já enfrentou Pep Guardiola 12 vezes em sua carreira e conta com um retrospecto positivo diante de um dos melhores técnicos, senão o melhor, da atualidade. São seis vitórias, um empate e cinco derrotas contra o espanhol. Nesta temporada, os Reds foram os únicos a vencerem o Manchester City pelo Campeonato Inglês, fato que cria ainda mais expectativa em torno do duelo entre as duas equipes, desta vez pelo mata-mata da Liga dos Campeões.

“Não sei se sou a pessoa certa para julgar [a grandeza do jogo]. Não diferencio os jogos. Se você se prepara para um jogo como esse contra o City ou contra o Tottenham, é sempre excitante porque você precisa estar 100% concentrado. É um grande jogo. Não é razão para deixar o jogo maior do que ele é, são quartas de final da Liga dos Campeões. É apenas um grande trabalho para se fazer. Se você quer ir longe nessa competição, está claro que você deverá enfrentar os melhores times do mundo”, prosseguiu o comandante do Liverpool.

Por fim, Jurgen Klopp comentou sobre os possíveis desfalques e as ausências já confirmadas que o Liverpool terá em Anfield, nesta quarta-feira. Emre Can não conseguiu se recuperar de uma lesão na região lombar que já havia o tirado da vitória do último domingo por 2 a 1 sobre o Crystal Palace. Joel Matip, por sua vez, ficará fora de ação pelo resto da temporada por um problema na coxa.

“Não poder contar com Joel [Matip] é uma grande perda. Ele é um jogador muito bom e precisamos dele. Precisamos de todos até o final da temporada. Ele ficou surpreso, não sabia que poderia ser tão sério até analisarmos os exames de imagem. Também podemos perder Ragnar [Klavan], que é uma grande dúvida para amanhã. Não temos chances para correr o risco, já que a temporada ainda não acabou. Precisamos ser sensíveis e tomar a decisão correta. Joe Gomes não poderá ser relacionado por suas ou três semanas. O momento que você recebe esse tipo de notícia não é legal, mas você precisa começar a lidar com isso”, concluiu.

Imagem: : PAUL ELLIS/AFP

Com informações da Gazeta Esportiva

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: