Esportes em Geral

Confederação Brasileira firma parceria e lança circuito amador de tênis

Redação
Escrito por: Redação

Em parceria com a Confederação Brasileira de Tênis (CBT), a Federação Francesa de Tênis (FFT) lançou neste sábado, em Paris, o Roland-Garros Amateur Series. Será a primeira vez que a CBT terá um circuito de tênis amador que reunirá adolescentes e adultos na mesma competição. Para o presidente da FFT, Bernard Giudicelli, o projeto representa um incentivo ao tênis e um fortalecimento ao esporte brasileiro do nível amador ao profissional.

“Esse projeto é uma raiz do tênis brasileiro no cotidiano. O tênis amador constitui a principal riqueza de uma federação, é uma forma de dar força da base até o alto nível. O que une o circuito é o sonho. O sonho de um dia ter uma criança de seu clube ou simplesmente o seu filho jogando em Roland Garros”, destaca.

O Amateur Series é destinado a jogadores amadores, homens e mulheres, entre 13 e 80 anos, e contará com um sistema de pontos para o ranking nacional de classes. O objetivo é reunir jogadores de diferentes clubes, idades e níveis de jogo na mesma competição. Esse engajamento das duas entidades solidifica a atuação da CBT no cenário internacional. Para o presidente Rafael Westrupp, a nova parceria ratifica o planejamento que vem sendo colocado em prática no desenvolvimento do tênis brasileiro. “Esse projeto representa a ratificação da credibilidade que a Confederação vem adquirindo no cenário internacional. Ter essa parceria com a Federação Francesa de Tênis ampliada comprova que estamos no caminho certo, tanto no desenvolvimento técnico, como no desenvolvimento administrativo”, enalteceu

Segundo uma pesquisa da Sports Marketing Surveys, 2,3 milhões de pessoas jogam tênis no Brasil e a maioria destes praticantes está concentrada no amador. Devido à abrangência do esporte em território nacional, Westrupp destacou a importância do trabalho visando aos tenistas amadores. “99,9% do tênis é amador e a gente tem de se preocupar com a maioria também. Queremos mostrar para esse tenista que a Confederação é organizada e que podemos oferecer para ele um torneio de alto nível. Queremos mostrar o quanto nos preocupamos em oferecer um torneio em um bom clube, com boa estrutura e com o selo de Roland Garros para que esse tenista se sinta num ambiente competitivo e ao mesmo tempo familiar.”

O Roland-Garros Amateur Series by Peugeot terá início entre 23 e 26 de agosto, no Iate Clube de Brasília, no Distrito Federal. A segunda etapa do torneio ocorrerá entre 4 e 7 de outubro em Belo Horizonte, no Minas Tênis Clube, que se tornou o primeiro clube do Brasil a receber o selo Roland Garros. A terceira etapa ocorrerá em Porto Alegre, de 22 a 25 de novembro.

Bernard Giudicelli, presidente da Federação Francesa de Tênis, apontou a evolução da parceria entre os países. “Nos faltava o elemento principal: a presença nos clubes ao longo de todo o ano. Ter o Minas Tênis Clube como Embaixada de Roland Garros no Brasil é um elemento importante. Vamos poder viver e compartilhar as experiências. As pessoas vão jogar com o espírito de Roland Garros.”

Esse espírito de Roland Garros também é lembrado por Rafael Kuerten, membro do Conselho Consultivo da CBT e irmão de Gustavo Kuerten, o Guga. “A Federação Francesa está ligada a Roland Garros, que, por sua vez, para nós, brasileiros, tem a história do Guga. Tem esse encanto que podemos também levar para os jogadores e para os jovens. Estou muito convicto de que só vamos colher bons frutos”, afirma.

As finais do Amateur Series serão disputadas no Rio de Janeiro, em março de 2019. A última etapa reunirá os oito melhores das 22 categorias. O campeão geral de cada categoria participará de um sorteio, onde o vencedor ganhará uma viagem a Roland Garros com as despesas totalmente pagas durante uma semana. Com informações da gazeta Esportiva.

Imagem de capa:Em parceria com a CBT, a FFT lançou o Roland-Garros Amateur Series (Foto: Jean-Charles Caslot/FFT)

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: