Entretenimento

Conheça ‘Deslembro’, filme brasileiro que concorre em Veneza

Redação
Escrito por: Redação

Por Gabriel Nunes – Quando a anistia é decretada no Brasil, Joana precisa voltar ao Rio de Janeiro, cidade onde nasceu. Completamente apaixonada por música e literatura, a adolescente, que deixou o país muito pequena, deve largar Paris, onde mora com a família, para escrever sua vida em um lugar do qual mal se lembra.

“Uma história que mistura o presente dessa volta e um passado esquecido”, diz, em entrevista à ANSA, Flávia Castro, diretora da trama “Deslembro”, que mistura real e imaginação. O longa é o único brasileiro em competição na seleção oficial do Festival Internacional de Cinema de Veneza, que ocorre entre os dias 29 de agosto e 8 de setembro.

O filme, que participa da mostra “Horizontes” (não compete pelo Leão de Ouro), será exibido nos dias 31 de agosto e 1º de setembro e conta com uma produção majoritariamente brasileira, em parceria com França e Catar.

A produção associada com o país europeu veio de uma relação antiga da diretora com a França, lugar onde até morou. “Quando eu fiz meu primeiro longa, chamado ‘Diário de uma Busca’, eles foram meus produtores”, conta Castro. O próprio filme é falado metade em português e metade em francês.

Já o Catar entrou como parceiro no fim da produção do longa, que foi idealizado somente pelas produtoras brasileiras VideoFilmes, FlauK Filmes e Tacacá Filmes.

Castro diz que a notícia de que o filme tinha sido selecionado para participar da Mostra de Veneza foi uma “surpresa” e uma “alegria absoluta”. “Ainda estava acabando a produção quando fiquei sabendo que tinha sido selecionado”, relata. “Eu ainda estava mergulhada nas questões do filme, então foi uma alegria enorme.” Apesar de ter viajado bastante com seu premiado documentário de 2010, “Diário de uma Busca”, a cineasta nunca participou de um evento tão grande quanto o de Veneza. A protagonista do filme é a francesa Jeanne Boudier, mas o elenco é mesclado, com participação dos brasileiros Sara Antunes, Eliane Giardini, Jesuíta Barbosa, entre outros.

O longa ainda não tem data de lançamento, mas Castro afirma que será entre o fim deste ano e o início de 2019.

Brasileiros no festival – Além de “Deslembro”, outro filme brasileiro foi incluído na seleção oficial da Bienal de Veneza: o documentário “Humberto Mauro”, que conta a vida de um dos maiores cineastas brasileiros e filho de imigrante italiano, será exibido na seção “Venice Classics”, que reúne produções clássicas restauradas e documentários sobre cinema.

Já “Domingo”, de Clara Linhart e Fellipe Barbosa, estará presente na “Venice Days”, também chamada de “Jornadas dos Autores”, evento autônomo que ocorre paralelamente à Mostra de Veneza. O filme relata a primeira posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e evidencia diferentes pontos de vista em uma trama que se desenrola em uma festa extravagante. (ANSA) e Notícias Ao Minuto

Imagem:Divulgação

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: