Coreia do Norte volta a testar míssil de longo alcance

Veja também: China luta para controlar novos casos de covid-19 e tufão atinge Filipinas e Vietnã.

55
Tensões cresceram depois que a Coreia do Norte realizou vários lançamentos de mísseis em 2017 - Wikicommons

A Coreia do Norte confirmou a realização de testes de mísseis de longo alcance no último final de semana. De acordo com Pyongyang, os testes foram uma “arma estratégica de grande importância” e foram concluídos com sucesso.

O episódio ocorre em um contexto de aumento da tensão na península coreana. A Coreia do Norte diz que as armas são uma forma de “dissuadir” a Coreia do Sul, “conter” Seul e se proteger do que considera ser crescentes ameaças militares de forças hostis, especialmente após os exercícios militares entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos.

Covid-19 na China e tufão no sudeste asiático

Um surto de covid-19, possivelmente da variante delta, ativou novamente o estado de emergência na China. A cidade de Putian, na província de Fujian, é a mais afetada até o momento. O transporte público foi interrompido, negócios não essenciais foram fechados e as autoridades deram início a testes massivos de ácido nucléico.

A China confirmou 49 novos casos positivos, 22 deles locais.

Já no sudeste asiático, o tufão “Conson”, também conhecido como “Jolina”, causou ao menos 17 mortes nas Filipinas. A região central do Vietnã, além de outros países da região, também foram atingidos.