Cultura Flávia Camile

Critérios de correção da redação Enem; fique por dentro

Flavia Camile
Escrito por: Flavia Camile

 Por Flávia Camile – Praticar a redação é muito importante, não só para desenvolver a escrita como também treinar diferentes temas que poderão cair no vestibular. Além disso, saber quais são os pontos fracos em seu texto também é a chave fundamental para que tal percepção lhe ajude a compreender quais são os aspectos que precisam ser melhorados.

Portanto, compreenda quais são os critérios exigidos na redação Enem e treine escrever constantemente para que assim o seu texto fique nas provas.

COMPETÊNCIA I – DEMONSTRAR DOMÍNIO DA NORMA CULTA DA LÍNGUA ESCRITA.
Zero
Demonstra domínio precário da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, de forma sistemática, com diversificados e frequentes desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita.

40 pontos – Demonstra domínio precário da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, de forma sistemática, com diversificados e frequentes desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita.

80 pontos – Demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita.

120 pontos – Demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita.

160 pontos – Demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita.

200 pontos – Demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita serão aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizem reincidência.

COMPETÊNCIA II – COMPREENDER A PROPOSTA DE REDAÇÃO E APLICAR CONCEITOS DAS VÁRIAS ÁREAS DE CONHECIMENTO PARA DESENVOLVER O TEMA, DENTRO DOS LIMITES ESTRUTURAIS DO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO.

Zero Fuga ao tema/não atendimento à estrutura dissertativo-argumentativa.

40 pontos – Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais

80 pontos – Desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão.

120 pontos – Desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo- argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.

160 pontos – Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão.

200 pontos – Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo, e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo.

COMPETÊNCIA III – SELECIONAR, RELACIONAR, ORGANIZAR E INTERPRETAR INFORMAÇÕES, FATOS, OPINIÕES E ARGUMENTOS EM DEFESA DE UM PONTO DE VISTA.

Zero  Apresenta informações, fatos e opiniões não relacionados ao tema e sem defesa de um ponto de vista.

40 pontos Apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema ou incoerentes e sem defesa de um ponto de vista.

80 pontos – Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores, em defesa de um ponto de vista.

120 pontos Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, em defesa de um ponto de vista.

160 pontos Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa de um ponto de vista.

200 pontos Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista.

COMPETÊNCIA IV – DEMONSTRAR CONHECIMENTO DOS MECANISMOS LINGUÍSTICOS NECESSÁRIOS PARA A CONSTRUÇÃO DA ARGUMENTAÇÃO.
Zero Ausência de marcas de articulação, resultando em fragmentação das ideias.

40 pontosArticula as partes do texto de forma precária.

80 pontos Articula as partes do texto, de forma insuficiente, com muitas inadequações e apresenta repertório limitado de recursos coesivos.

120 pontos – Articula as partes do texto, de forma mediana, com inadequações e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

160 pontos Articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

200 pontos Articula bem as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

 

COMPETÊNCIA V – ELABORAR PROPOSTA DE SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA ABORDADO, MOSTRANDO RESPEITO AOS VALORES HUMANOS E CONSIDERANDO A DIVERSIDADE SOCIOCULTURAL.

Zero Não apresenta proposta de intervenção ou apresenta proposta não relacionada ao tema ou ao assunto.

40 pontos Apresenta proposta de intervenção vaga, precária ou relacionada apenas ao assunto.

80 pontos Elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

120 pontos Elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

160 pontos Elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

200 pontos Elabora muito bem proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

Imagens: Reprodução

 

Sobre o autor

Flavia Camile

Flavia Camile

Flávia Camile atua como professora, atriz e escritora há mais de 12 anos,
desenvolvendo trabalhos voltados para a escrita de inúmeros gêneros e
já tendo recebido prêmios literários em diversos concursos nacionais.

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: