Sexo

Desvende os 7 segredos da masturbação feminina

Redação
Escrito por: Redação
Sua rotina de masturbação é provavelmente bastante simples: você está acostumado a utilizar um pouco de lubrificante (ou não), abre a aba do Xvideos em modo anônimo, e a ação pode facilmente começar. Mas e a masturbação feminina? O que você sabe sobre o momento em que as mulheres querem dar prazer a si mesmas?

Você sabia que isso pode ser tão simples quanto a sua maneira, mas também pode envolver muito mais do que você imagina?

Para uma mulher não é tão fácil se masturbar em qualquer lugar como para um homem. Assim como muitas vezes elas não precisam assistir a nenhum vídeo e muito menos folhear uma revista, elas nem sempre se masturbam para chegar ao orgasmo, a masturbação feminina pode ser diferente da masculina em diversos aspectos.

Então, o que acontece por trás das portas fechadas das mulheres quando o assunto é masturbação? Nós vamos revelar para você.

1. É mais rápido sem você

Em média, as mulheres demoram mais para chegar ao orgasmo do que os homens. Para que as extremidades nervosas de uma mulher sejam estimuladas e para que o fluxo sanguíneo possa entrar em seus órgãos genitais, pode ser preciso um tempo médio entre 15 ou 20 minutos de preliminares. Porém, ela pode ser muito mais rápida quando está sozinha.

Sim, isso acontece e uma das melhores explicações é que a mulher consegue estar totalmente focada no prazer dela e não no seu, e ainda porque ela sabe exatamente o que quer, onde ir e quais lugares tocar.

Muitas mulheres podem chegar ao orgasmo em 2 a 3 minutos por conta própria, mas precisarão de 10 minutos ou mais – ou não irão conseguir chegar lá – com um parceiro. Então, talvez fazer a nossa lição de casa e aprender a satisfazer as nossas mulheres assim como elas sabem nos satisfazer pode ser uma ótima ideia.

2. Elas não se masturbam com tanta frequência

A masturbação é algo muito comum para nós, e é algo que está fortemente presente na vida da grande maioria dos homens. De acordo com uma pesquisa recente, 25% dos homens se masturbam pelo menos 3 vezes por semana, enquanto 55% o fazem pelo menos uma vez por mês. Mas para as mulheres, essas estatísticas são consideravelmente menores: apenas 10% das mulheres relatam se divertir sozinhas três vezes por semana, enquanto 38% disseram se masturbar ao menos uma vez por mês.

Mas porque essa diferença? Em primeiro lugar, a masturbação feminina ainda é tratada como um tabu, quando na verdade é tão saudável e boa para as mulheres quanto para os homens, e é algo totalmente normal. Porém, algumas mulheres não encaram a masturbação como algo “natural” e por isso muitas deixam de ter um momento solo.

Enquanto a maioria dos homens começa a se masturbar ainda na infância, por volta dos 10 anos, o mesmo não ocorre com muita frequência com as meninas, que podem começar bem mais tarde, ou podem ainda crescer acreditando que não podem fazer isso.

Outro fator que fala sobre a frequência da masturbação feminina é que as mulheres sentem uma necessidade sexual um pouco menor do que os homens, e por isso a masturbação não precisa ser tão frequente.

3. Nem todo lugar é lugar

Homens podem estar em um banheiro sujo qualquer que poderão se sentir à vontade para se masturbar, mas com as mulheres não é exatamente assim. As mulheres não são tão complicadas a ponto de precisar de uma decoração a luz de velas para se masturbar, mas normalmente elas irão preferir o conforto de suas camas, ou o sofá da sala quando estão sozinhas, e se a vontade for realmente muito grande, não se engane, elas também podem fazer isso em locais não muito apropriados.

4. O toque das mulheres é muito mais sutil do que o seu

Quando você se masturba, você tem um toque firme, seus dedos estão apertados e você fica com seu foco em um movimento mais áspero e pesado, para cima e para baixo. As mulheres, por outro lado, tendem a ser mais lentas, mais suaves e mais sutis.

Se você ainda não sabe, é bom saber, mas você deve tocar o clitóris de uma maneira mais suave, alternando entre uma pressão maior e menor, atento a como sua parceira sente mais prazer, e é exatamente isso que ela faz quando está sozinha.

O clitóris tem duas vezes mais terminações nervosas do que a cabeça do pênis, por isso ele é super sensível mesmo ao toque mais suave. Algumas mulheres gostam que você faça um pouco mais de pressão no clitóris faça um toque mais forte – e elas vão te dizer se elas preferem assim -, mas a maioria delas prefere sempre um toque mais sutil, ou ao menos alternado entre o sutil e com mais pressão.

5. Elas exploram todo o corpo enquanto se masturbam

Embora o pensamento inicial é de que temos apenas uma ferramenta à nossa disposição, as mulheres pensam diferente, e quando querem, fazem da masturbação uma atividade de corpo inteiro. As mulheres tendem a estimular o corpo todo, investindo também em locais como o pescoço, os seios, os braços e os lábios.

Elas podem massagear os mamilos ou suas coxas internas antes de chegar na região da vagina, por exemplo, enquanto comparativamente, os homens geralmente estão bem com o foco inicial e final no pênis.

6. O objetivo final nem sempre é o orgasmo

Esta pode ser a maior diferença entre homens e mulheres. Quando você se masturba, você provavelmente tem um objetivo claro em mente: chegar ao orgasmo, mas para muitas mulheres, chegar ao orgasmo pode ser apenas parte do processo e não o objetivo final todas as vezes.

Algumas mulheres muitas vezes estão satisfeitas com seu próprio prazer antes do orgasmo ocorrer, ou independentemente de haver um clímax, onde a masturbação se trata mais sobre ter tempo para você de uma forma prazerosa.

7. Elas podem ter orgasmos múltiplos quando se masturbam

Quando você ejacula, isso cria uma grande liberação física. É preciso muita energia para o corpo realmente empurrar todo esse fluido da próstata, através da tubulação espiral, depois através dos testículos, para cima e para fora do pênis e, por isso, quando os homens chegam ao orgasmo eles estão realmente acabados e precisam de pelo menos um bom tempo para se recuperarem.

Os orgasmos das mulheres também são físicos, mas eles não têm o mesmo “período refratário” após o clímax, o que torna mais provável que elas tenham orgasmos múltiplos e se divirtam muito mais durante a masturbação.

Fonte: https://www.conversadehomem.com.br/7-segredos-da-masturbacao-feminina/#yhx5zPV1Duu5li2y.99

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: