Futebol Brasil

Empresário de Rodrygo diz que Santos aceitou venda para o Real Madrid

Redação
Escrito por: Redação

O empresário de Rodrygo, Nick Arcuri, diz que o Santos aceitou uma proposta do Real Madrid-ESP de 40 milhões de euros (R$ 174 milhões) pelos 80% dos direitos econômicos pertencentes ao clube.

Nick afirmou, em entrevista ao Esporte Interativo, que a notícia do abandono de concentração de Rodrygo confirmada pelo Peixe o pegou de surpresa. E que o combinado era assinar o contrato na tarde desta terça-feira, anunciar o negócio e encontrar a delegação no Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense nesta quarta, às 19h (de Brasília), no Maracanã.

“A programação incluía negociação direta com o presidente. É uma surpresa isso. Hoje ficou acordado a venda do Rodrygo para o Real Madrid, Rodrygo está em casa aguardando a documentação para assinar e viajar para jogar amanhã. Ele está pronto e quer jogar”, disse o agente, antes de fazer uma retrospectiva dos fatos recentes.

“Tínhamos oferta do Liverpool e estipulamos multa de 50 milhões de euros. Preocupação era continuar no Santos para terminar a formação. Tudo aconteceu precocemente com ele. Surgiu no profissional e virou titular. Faço um elogio ao presidente, desde a primeira reunião quando o PSG esteve no Brasil há dois meses e meio e fez proposta oficial. Falou que queria proteger o Santos no valor de 40 milhões de euros. PSG, depois de duas ou três reuniões, não chegou no valor. Barcelona também fez proposta. E pai e família se posicionaram do lado do Santos. 15 dias atrás, o Real Madrid veio atrás de mim, expliquei, se reuniram com o presidente e fizeram proposta chegando ao valor que o Santos sempre quis, de 40 milhões. Santos está protegido pelos 40 milhões do Santos. Clube está protegido. Presidente chegou no número que acreditou. Agora, falando do caso de hoje, semana passada teve troca de minutas, atleta fez exames médicos com um espanhol aprovado pelo Santos. E hoje, o combinado era ele assinar contrato depois do treino, almoçar e fazer a apresentação. Ia para o Rio de Janeiro para a concentração depois. Para mim, está tudo combinado. A notícia de fuga no CT é surpresa. Rodrygo está em casa esperando para assinar e jogar amanhã”, completou.

Nick ainda garantiu que o acordo entre Santos e Real Madrid prevê mais um ano na Vila Belmiro. A joia só poderia deixar o Brasil em janeiro, quando atinge a maioridade.

“Acordo é até junho de 2019, chegando no início da temporada, no verão, para competir de igual para igual. Acordo era ele ficar até 30 de junho de 2019”, concluiu.

Depois das informações ditas por Nick Arcuri, o presidente José Carlos Peres, também ao Esporte Interativo, explicou a situação e concordou em partes.

“A proposta mais agressiva foi do Real Madrid. E estamos trocando contratos, que estão sendo analisados pelo Comitê de Gestão, sempre com algum pedido ou inclusão do que achamos justo. Chegamos próximos, com o valor da multa. Ontem pedimos um acréscimo do melhor do mundo, algumas outras coisas, e ficamos aguardando a devolução. E agora à tarde me disseram que tiraram o jogador de campo porque não tinha cabeça. A gente entende, tem 17 anos, e há o temor de uma contusão sem o contrato assinado. Contrato está sendo finalizado. Vai passar pelo Comitê de Gestão e vamos enviar ao Conselho Fiscal e Deliberativo. Pedimos paciência, isso tem que ser tratado com calma e tem toda a parte legal e o parecer dos órgãos do clube”, disse o presidente.

“Negociação é com o Real Madrid, não com o empresário. Eles não receberam a documentação, isso se perdeu no e-mail deles, e mandamos hoje de novo. Atrasou a trajetória que o empresário afirmou. E negócio é negócio, tem que ser feito com tranquilidade. Depois de tudo, anunciaremos, e isso demora. Todos precisam concordar. A questão toda é o temor de uma lesão sem ter assinado o contrato. E é o contrato da vida do jogador”, completou.
Imagem: Ivan Storti
Com informações da Gazeta Esportiva

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: