Saúde e Bem Estar

Estes alimentos podem te ajudar a parar de fumar

Redação
Escrito por: Redação

“Os fumantes às vezes confundem a fome com a vontade de fumar”, explica Jeffrey P. Haibach, pesquisador do Departamento de Saúde Comunitária e Hábitos Saudáveis da Universidade de Buffalo (Estados Unidos). Então, se conseguimos essa sensação de saciedade com alimentos que também tenham a capacidade de reduzir o desejo de tabaco, será mais fácil parar de fumar? Isto é o que Haibach e sua equipe analisaram em um estudo que concluiu que os fumantes com maior ingestão de frutas e legumes fumaram menos cigarros por dia, esperaram mais tempo para fumar o primeiro cigarro do dia e mostraram menor dependência nicotina nos testes.

Alimentos que tornam o sabor do tabaco pior (ou melhor)

As razões, dizem os pesquisadores, podem ser variadas: “As frutas e verduras ajudam a reduzir a dependência de nicotina, a fibra destes ingredientes gera maior sensação de saciedade…”. Mas também “que estes alimentos pioram o sabor do tabaco”.

Outro estudo anterior, também publicado pelo Jornal Nicotine & Tobacco Research, investigou precisamente os alimentos que poderiam ser parte de uma “dieta para parar de fumar” por tornar os cigarros menos palatáveis” ou ser “o começo para a criação de uma goma de mascar ou uma pílula com esse fim”. “Como comprovou um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Duke, na Carolina do Norte (EUA), alguns alimentos pioram o sabor do cigarro, entre eles as frutas, as hortaliças e os produtos lácteos”, explica a endocrinologista Julia Álvarez, chefe da seção de Endocrinologia e Nutrição do Hospital Universitário Príncipe de Astúrias, em Alcalá de Henares.

Ao contrário, acrescenta, “consumir bastante carne, álcool e café produz o efeito oposto, pois realça seu sabor, tornando o ato de fumar mais atraente”. Uma lista de amigos do tabagismo que coincide com aquela do estudo da Universidade de Buffalo.

“Melhorar a dieta”, argumenta Haibach, “deveria ser parte das recomendações para deixar de fumar”, mas adverte que devemos encarar esses resultados com cautela, pois mais estudos são necessários “para identificar os mecanismos que explicam como frutas e verduras podem ajudar os fumantes a parar”. Além disso, não se deve esquecer, como apontam os pesquisadores da Duke, que “nenhum tratamento é 100% eficaz e todos precisam de força de vontade”. Sem ela, “essa medida por si só não funcionará para deixar de fumar: pode tornar os cigarros menos atraentes, mas no final, se uma pessoa quiser fumar, o fará o igualmente”.

Se uma dieta mais rica nesses alimentos não ajudar você a ao menos reduzir seu consumo de cigarros, o que é certo é que ela ajudará a reduzir o impacto que a fumaça do tabaco tem sobre seu organismo. “A vitamina C se esgota mais rápido nos fumantes”, explica a este jornal Andreu Palou, professor de Bioquímica da Universidade das Ilhas Baleares. Por isso, Giuseppe Russolillo, presidente da Academia de Nutrição e Dietética recomenda aumentar a ingestão de frutas como tangerina, laranja e toranja, e também o consumo de substâncias bioativas ou fitoquímicos, que se encontram “nos produtos de grãos integrais, em todas as frutas, verduras e hortaliças, nas frutas secas e nos legumes”. Com informações do El País

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/08/31/ciencia/1535707364_171711.html

Imagem:

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: