Esportes em Geral

Forte calor marca derrota de Federer no US Open

Redação
Escrito por: Redação

inesperada eliminação do tenista suíço Roger Federer, hoje (4), diante do australiano John Millman, no US Open, reabriu a polêmica sobre as altas temperaturas em que os atletas estão sendo submetidos a jogarem na competição.

“Por alguma razão, eu tive problemas com as condições ambientais, é uma das primeiras vezes que isso me acontece.

Estava muito quente e eu não conseguia respirar, me senti desconfortável, incapaz de reagir”, declarou Federer, de 37 anos, e detentor de cinco US Open.

O atual número dois do mundo cometeu 76 erros na partida, que durou pouco mais de 3h30. Millman derrotou Federer por três sets a um.

“John pode lidar com isso melhor, porque ele vem de um dos lugares mais úmidos do planeta, Brisbane. Quando você se sente assim, começa a perder chances e isso foi decepcionante. De certa forma, eu só queria que o jogo terminasse”, confessou Federer.

Na competição, Federer tinha passado pela terceira rodada contra o também australiano Nick Kyrgios e, caso vencesse Millman, enfrentaria o sérvio Novak Djokovic nas quartas de finais. Aos 29 anos, Millman, atualmente o número 55 do mundo, disputou pela primeira vez na carreira as oitavas de finais de um Grand Slam. Além disso, essa foi a segunda derrota de Federer contra um tenista que está acima da 50ª posição no ranking mundial. A única vez tinha sido em 2013, em Wimbledom, quando perdeu para o ucraniano Sergiy Stakhovsky.

“Eu vim para treinar em condições difíceis e eu joguei com temperaturas mais altas. Mas há dias em que seu corpo não consegue. Talvez o teto dificulta a circulação do ar e torne mais difícil”, estimou o suíço.

Já Millman cometeu apenas 28 erros na partida, quase um terço a menos que seu rival. O austaliano vibrou muito a vitória e a classificação na coletiva de imprensa após o término do confronto.

“É bom saber que ele é humano. Mas é importante que se seu adversário não está em seu dia, você pode aproveitar”, declarou Millman.

O polêmico forte calor é a principal notícia do US Open. As altas temperaturas fizeram até que o argentino Leo Mayer desistisse do confronto contra o sérvio Laslo Djere, na primeira rodada da competição.

“Até que alguém morra, eles não vão parar”, declarou Mayer.

Com a saída de Federer, os tenistas Rafael Nadal, Juan Martín del Potro, Marin Cilic e Nova Djokovic são os grandes favoritos para conquistarem o torneio.(ANSA)/Notícias Ao Minuto

Imagem: Reuters

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: