Sem categoria

GAP faz apreensão de bebidas de origem duvidosa no Jardim Pau Preto

Redação
Escrito por: Redação
Diante dos fatos, a Polícia Civil foi chamada para comparecer até o local, onde constatou a venda ilegal de bebidas alcoólicas de procedência duvidosa. A presença da perícia no local foi descartada, uma vez que as bebidas não eram ali produzidas.

No sábado (7), por volta das 21h, a equipe do GAP (Grupo de Apoio Preventivo) realizou a abordagem na Avenida Francisco de Paula Leite, de dois jovens de moto, que carregavam duas garrafas, ainda lacradas, de whisky. Nada de ilícito foi encontrado com eles, porem as garrafas lacradas, sem a embalagem e sem nota fiscal, despertou a atenção dos Guardas, que questionaram os jovens sobre a procedência das bebidas.

A informação passada aos Guardas foi que as garrafas foram adquiridas em uma casa, no Bairro Jardim Pau Preto, pelo valor de R$50,00. Os Guardas Civis, então deslocaram até o endereço informado pelos jovens, e após fazer contato com o responsável pela casa, com sua autorização, entraram na residência. Durante a averiguação os Guardas localizaram diversos tipos de bebidas, que o responsável se negou a informar a origem e não possuía Nota Fiscal.

Diante dos fatos, a Polícia Civil foi chamada para comparecer até o local, onde constatou a venda ilegal de bebidas alcoólicas de procedência duvidosa. A presença da perícia no local foi descartada, uma vez que as bebidas não eram ali produzidas.

Todo o material encontrado foi apresentado na delegacia de polícia, onde foi apreendido e seguirá para a perícia. Ao todo mais de 200 garrafas de whisky, vodca, tequila e outras bebidas alcoólicas foram apreendidas. Com informações da Prefeitura de Indaituba.

Imagem de capa: Eduardo Turati RIC/PMI

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: