Futebol Internacional

Guerrero marca, Peru vence bem e elimina Austrália da Copa

Redação
Escrito por: Redação

Nesta terça-feira, milhares de peruanos foram até o estádio Fisht, em Sochi, para acompanharem o último jogo da equipe nacional nesta Copa do Mundo. Mesmo já eliminados, o Peru fez um ótimo jogo e venceu a Austrália por 2 a 0, gols de André Carrillo e Paolo Guerrero. Com isso, o time sul-americano termina em terceiro no Grupo C, enquanto que os australianos, que tinha chance de se classificarem, ficou na lanterna.

O jogo – Precisando da vitória para sonhar com a classificação para as oitavas de final, a Austrália adiantou as linhas já nos primeiros minutos para tentar abrir o marcador. Com bons passes e buscando infiltrações, a equipe incomodava os adversários sul-americanos, porém sem ter chances reais de gol.

No momento em que os australianos mais pressionavam no campo adversário, a torcida peruana saiu de momentos de tensão para alegria total. Durante uma bela jogada pela esquerda, Guerrero protegeu bem a bola, lançou a bola para o meio da área e viu o atacante André Carrillo pegar um belo chute de primeira para acertar o canto do goleiro Ryan e abrir o marcador a favor do Peru. Esse foi o primeiro gol da equipe no Mundial de 2018.

Com o gol, os peruanos ficaram ainda mais postados na defesa, esperando mais um contra-ataque para ficarem ainda mais perto da vitória. Aos 24 minutos, Guerrero apareceu novamente e cabeceou muito perto do gol, assustando o arqueiro australiano e ficando muito perto de ampliar o placar.

Depois de mais um susto, os australianos tiveram sua melhor chance de gol. O atacante Rogic recebeu na intermediária, driblou três defensores peruanos e ficou na cara do goleiro Gallese, porém não teve a mesma inspiração na hora do chute e mandou em cima do arqueiro sul-americano.

O fim do primeiro tempo foi marcado por muita marcação pelo lado do Peru, buscando atacar os adversários apenas quando os espaços apareciam, e muita movimentação ofensiva pelo lado da Austrália, que não apenas ficava fora das oitavas de final com esse resultado, como terminava na lanterna do Grupo C.

Na volta do intervalo, os peruanos continuaram com a mesma estratégia que deu certo no primeiro tempo, com contra-ataques rápidos e incisivos, e, com quatro minutos, a tática deu novamente certo. Em bela tabela de Cueva e Trauco, Guerrero recebeu a bola, girou em cima do zagueiro e marcou um belo gol, com um chute cruzado, ampliando sua marca como maior artilheiro da história do Peru.

Imagem: Nelson Almeida / AFP

Com informações da Gazeta Esportiva

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: