Segurança

Homicídios caem pelo 10º mês seguido em SP, mas latrocínios dobram

Redação
Escrito por: Redação
Dados foram divulgados nesta quinta-feira (25) pelo governo paulista.

estado de São Paulo teve queda pelo décimo mês seguido no número de homicídios dolosos (intencionais), mas registrou aumento de latrocínios, que dobraram de 11 para 22 em setembro deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado.

De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (25) pelo governo paulista, no mês de setembro 233 pessoas foram assassinadas no estado -o que representa uma queda de 14% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando houve 272 vítimas.

O número de setembro é o mesmo do mês anterior, que marcou o menor registro da série histórica iniciada em 2002. Naquele ano, o mês de agosto teve 912 assassinatos, número 75% maior.

No acumulado de 2018, somando os noves meses divulgados até agora, o recuo dos homicídios chega a 15%, passando de 2.596 vítimas no mesmo período de 2017 para 2.297 neste ano.

Ainda conforme as estatísticas oficiais, os crimes de latrocínio tiveram o pior desempenho entre os crimes divulgados mensalmente por São Paulo. Eles pularam de 11 casos registrados em setembro de 2017, para 22 no mês passado.

Dois fatores ajudam a explicar a variação. Em primeiro lugar, a pequena quantidade de latrocínios em números absolutos em comparação com outros crimes, o que faz com que as oscilações sejam maiores quando medidas em porcentagem.

Além disso, deve-se levar em consideração que o número registrado em setembro de 2017 foi fora da curva. Naquele ano, a média mensal de latrocínios foi de 28 casos.

Com isso, no acumulado deste ano o resultado ainda é positivo. De janeiro a setembro, os registros desse crime caíram 24% em relação ao mesmo período do ano passado, passando de 266 para 201.

Na criminologia, os latrocínios são considerados roubos que não deram certo. Quanto aos roubos comuns, crime que envolve violência (ou grave ameaça), eles também tiveram uma redução em setembro, de 13%. Passaram de 22.971 registros em setembro de 2017 para 19.928 no passado.

No acumulado, o recuo nos registros de roubo atinge 15%. Somam 198.844 crimes no mês passado, contra 234.108 registrados nos primeiros nove meses de 2017.

Um dos dados de crimes patrimoniais mais positivos divulgados pelo governo paulista nesta quinta-feira é o de roubos de carga. O crime, que chegou a bater recordes seguidos em 2017, caiu 15% no mês de setembro, na décima queda seguida.

Em números absolutos, foram 649 roubos de carga no mês, a menor quantidade desse tipo de crime registrado em único mês desde agosto de 2015 quando foram anotadas 574 queixas. No acumulado no ano, a redução chega 18%: esses crimes foram 8.040 registros em 2017 para os 6.615 casos deste ano.

Outro crime que demonstrou pequeno recuo foram os estupros. Eles caíam 0,4%: foram de 950 queixas de setembro do ano passado, para as 946 reclamações em 2018. É apenas a segunda queda no ano (a outra foi em julho). Por isso, no acumulado, os ataques sexuais mantêm uma elevação de 11%.

Imagem: Reprodução

Com informações da Folhapress.

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: