Z1 Cidades

Itu: Prefeito e ex-prefeitos viram réus em ação de improbidade administrativa

Redação
Escrito por: Redação
MPF pede ressarcimento de R$ 24 milhões aos cofres públicos por licitação de transporte de pacientes da cidade. Citados no processo tiveram os bens bloqueados pela Justiça em outubro do ano passado.

O prefeito de Itu (SP), Guilherme Gazolla, e os ex-prefeitos Antonio Tuize (PSD) e Herculano Passos (PSD) agora são réus em uma ação de improbidade administrativamovida pelo Ministério Público Federal.

O MPF acusa os réus de crime de enriquecimento ilícito, causando prejuízo aos cofres públicos em um esquema fraudulento de contratação de empresas para o transporte de pacientes na cidade.

Os três citados, além de outras 10 pessoas, tiveram os bens bloqueados na ação, em outubro do ano passado. A prefeitura recorreu da decisão.

Caso sejam condenados, os réus podem pagar uma multa de valor três vezes maior que o prejuízo causado aos cofres públicos, calculado em mais de R$ 24 milhões.

Guilherme Gazzola informou que acompanha com tranquilidade a ação e já teve parte dos bens desbloqueados na Justiça. O representante de três empresas e quatro empresários envolvidos na ação foi procurado, mas não se manifestou sobre o caso.

O advogado que defende o ex-prefeito Antonio Tuíze e dois funcionários públicos, não foi encontrado para falar sobre a ação.

Entenda o caso

Em outubro do ano passado, o juiz Marcos Alves Tavares determinou o ressarcimento de mais de R$ 3,9 milhões ao erário referentes a contratos de serviço de transporte público de pacientes em Itu, firmados desde 2011 e renovados até a atual gestão.

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: