Z1 Cidades

Limeira tem 475 moradores na fila para receber aparelhos auditivos e espera chega a quatro anos

Redação
Escrito por: Redação
Segundo a prefeitura, nove pacientes têm aparelhos adquiridos pela rede pública de saúde.

Limeira (SP) tem 475 moradores na fila para receber aparelhos auditivos por meio da rede pública de saúde, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. A espera entre o pedido e o recebimento do aparelho chega a quatro anos. O equipamento é fornecido por meio de um convênio entre município, estado e a União. Em nota, a prefeitura afirma que busca alternativas para agilizar o atendimento.

A informação de que a espera chega a quatro anos consta em uma resposta da Prefeitura de Limeira a um requerimento do vereador Marcelo Rossi (PSD). O documento foi enviado ao parlamentar em 1º de outubro. Segundo a prefeitura, o município recebe nove aparelhos por mês para atender a demanda.

Para repassar os recursos que custeiam os aparelhos, o Ministério da Saúde credencia uma entidade que gere o atendimento dos pacientes em cada cidade. Em Limeira, a Santa Casa é a habilitada. Já a disponibilidade de aparelhos para cada cidade é distribuída pela Secretaria Estadual de Saúde por meio do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Piracicaba, que determina o número de acordo com índice populacional.

Segundo a secretaria estadual, a DRS é responsável “apenas pela disponibilização das vagas [aparelhos], que são divididas de acordo com índice populacional”. Das 48 vagas que a DRS de Piracicaba distribui por mês, nove ficam com Limeira.

Em nota, a administração municipal informou que avalia os termos do convênio entre estado e município “e que está buscando alternativas para tornar mais ágil esse processo”.

Já a Santa Casa afirma que é credenciada desde outubro de 2004 e que realiza 45 atendimentos de pacientes gerais de saúde auditiva por mês. A Santa Casa afirma também que não cabe a ela solicitar mais vagas e que este processo deve ser feito pela Secretaria de Saúde.

Pedidos de aparelhos

Segundo a prefeitura, o morador precisa passar por uma consulta com otorrinolaringologista, que o encaminha para realização de exames. “Comprovada a deficiência e a necessidade do aparelho, o paciente entrará na lista de espera. Há prioridade para crianças e jovens em idade escolar e para jovens que estão em busca do primeiro emprego”, afirma a prefeitura.

“A Secretaria Municipal de Saúde ressalta que crianças e adolescentes têm prioridade, e que no momento, não há ninguém dessa faixa etária aguardando o aparelho”, afirma a prefeitura.

Secretaria Estadual e Ministério da Saúde

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, “a ampliação do fornecimento de aparelhos auditivos no estado depende exclusivamente de liberação de aumento de cota por parte do Ministério da Saúde”.

Já o Ministério da Saúde afirma que, neste ano, repassou R$ 3,8 bilhões ao Estado de São Paulo para o custeio de procedimentos de média e alta complexidade, entre eles a aquisição de implantes cocleares. Para Limeira, foram repassados R$ 56 milhões no mesmo período.

Imagem: Reprodução/EPTV

Com informações do G1

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: