Futebol Internacional

Maradona critica Fifa por juiz dos EUA em eliminação da Colômbia

Redação
Escrito por: Redação

Convidado para assistir ao Mundial como um dos integrantes do grupo de “lendas” da Fifa, Diego Armando Maradona criticou a própria entidade após a eliminação da Colômbia na Copa. Segundo o ex-jogador argentino, não houve critério na escolha da arbitragem, uma vez que o trio de juízes só fala inglês, mesmo idioma da equipe adversária do conjunto sul-americano.

“Colocar um árbitro americano me pareceu peculiar, em esta instância. Me deixa muitas dúvidas. Um árbitro que só falava inglês, não sei, certa parcialidade havia seguramente”, disse Maradona, sem fazer questão de ser diplomático com a entidade que representa.

“Eu, como capitão das lendas, disso que isso não pode ficar assim, isso é um erro fatal para todo um país. Isso importa a um povo que hoje tinha esperanças de que tudo isso seria algo transparente”, completou.

Antes do início da partida, Maradona já havia publicado uma foto em que aparecia vestindo a camisa da Colômbia, deixando claro para quem teria a sua torcida. Após ter de lidar com a desvantagem no placar após o pênalti convertido por Harry Kane, os colombianos conseguiram o gol de empate já nos acréscimos graças ao zagueiro Yerry Mina. Se mantendo intacta na prorrogação, a seleção colombiana não resistiu nas cobranças de pênalti.

“Eu gritei o gol como se eu tivesse cabeceado aquela bola. Não gostaria de me despedir da Copa do Mundo sem aplaudir a Colômbia, sobretudo Yerry Mina”, concluiu ‘El Dios’.

Imagem: Roman Kruchinin/AFP

Com informações da Gazeta Esportiva

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: