Medvedev-Tsitsipas e Swiatek-Collins completam as semifinais no Aberto da Austrália

O russo Daniil Medvedev, número dois do ranking mundial de tênis, venceu o canadense Felix Auger-Aliassime por 3-2, com parciais de 6-7 (4/7), 3-6, 7-6 (7/2), 7-5 e 6-4, em uma batalha de 4 horas e 42 minutos pelas quartas de final do Aberto da Austrália.

Imagem: Reprodução

Nas semifinais, Medvedev enfrentará, na sexta-feira, o grego Stefanos Tsitsipas, número quatro do ranking ATP, que na primeira partida do dia superou o italiano Jannik Sinner (6-3, 6-4 e 6-2).

Medvedev, vice-campeão do Aberto da Austrália em 2021, virou o principal cabeça de chave do torneio após a expulsão do sérvio Novak Djokovic (número um e atual campeão) antes do início da competição por não estar vacinado contra a covid-19.

O russo, campeão do Aberto dos Estados Unidos no ano passado, pode se tornar o primeiro tenista da era aberta (desde 1968) a vencer de maneira consecutiva dois primeiros títulos de Grand Slam.

“Eu estava dois sets abaixo, com ele jogando incrivelmente bem… Ele estava em todos os lados e eu não apresentava meu melhor tênis. Então me perguntei o que Novak (Djokovic) faria. E decidi fazer com que ele trabalhasse. Se ele queria ganhar a partida, teria que buscar, ponto a ponto”, declarou Medvedev.

Tsitsipas atropela Sinner 

A quarta-feira foi muito mais tranquila para Stefanos Tsitsipas, com sua vitória em três sets (6-3, 6-4, 6-2) sobre Jannik Sinner.

O tenista grego passou 2 horas e 6 minutos na quadra, o que teoricamente o fará chegar menos desgastado que Medvedev à semifinal.

“Minha humildade me ajudou muito hoje. Eu sabia que estava entrando na quadra para enfrentar um jogador muito bom”, disse ele.

Swiatek-Collins vale vaga na final

No feminino a americana Danielle Collins e a polonesa Iga Swiatek se classificaram para as semifinais.

Na primeira partida do dia pelas quartas de final na Rod Laver Arena, Collins superou a francesa Alize Cornet por 2-0, com parciais de 7-5 e 6-1 em uma partida disputada sob um calor sufocante.

No segundo confronto, Swiatek derrotou a estoniana Kaia Kanepi de virada, com parciais de 4-6, 7-6 (7-2) e 6-3, em uma partida de três horas.

Collins e Swiatek disputarão uma vaga na final do primeiro Grand Slam do ano na quinta-feira.

Na terça-feira haviam sido definidos os duelos das outras duas semifinais: Rafael Nadal-Matteo Berrettini no torneio masculino e Ashleigh Barty-Madison Keys no feminino.