Indaiatuba

Museu da Água recebe mostra de arte ‘ArquiCultura – Arte & Arquitetura Brasil’

Gilson Azevedo
Escrito por: Gilson Azevedo

A Secretaria Municipal de Cultura promove em parceria com o Museu da Água a mostra de arte “ArquiCultura – Arte & Arquitetura Brasil”, do artista plástico Bira Toledo. A exposição fica no saguão de entrada do Museu até o dia 15 de dezembro. São 11 dioramas de construções que retratam a influência dos diversos povos colonizadores na formação da cultura popular brasileira. O objetivo é expressar a diversidade arquitetônica e cultural do País. O evento é gratuito.

Os dioramas representam construções típicas de diferentes regiões do Brasil, que foram produzidas pelo artista dentro de uma mesma escala (1:35), para que haja a comparação visual entre elas. A maior parte dos materiais utilizados são reciclados. “Minha expressão artística está totalmente ligada à reciclagem de materiais, portanto, a mensagem que quero deixar para todo o público, em especial às crianças é ‘A Arte de Reciclar’, explicou o artista.

Bira Toledo diz que sua proposta com essa mostra é expor as gritantes diferenças arquitetônicas e folclóricas do nosso País, devido à influência deixada pelos povos africanos, alemães, italianos, portugueses, norte-americanos, poloneses, ingleses e, também, dos indígenas. “Para explicitar tudo isso eu usei o tripé ‘Arquitetura/Folclore/Ambiente, e a técnica escolhida foi o diorama, que tem se mostrado muito atraente para o público em geral. Cada construção retrata a influência dos diversos povos na formação da cultura popular brasileira”, completou.

Dioramas

– Casa do interior: casa feita de tijolos e coberta com telhas de barro, localizadas em pequenas cidades do interior de São Paulo e Minas Gerais.

– Casa de Palafita: são construções rudimentares, de madeira, feitas sobre troncos de árvores com o intuito de mantê-las acima do nível histórico das enchentes anuais. Retrata região do Amazonas

– Casa de Pedra: influência italiana dos imigrantes vindos de “Veneto”, uma região montanhosa da Itália onde a pedra era o recurso em maior quantidade e a madeira de construção muito escassa. Com o domínio do uso das pedras utilizaram essa técnica no sul do Brasil.

– Oca: nome típico da cultura Tupi-Guarani para denominar uma habitação de diversas tribos indígenas. Construídas com materiais retirados das florestas podem ser desde gigantescas construções de até 30 metros de comprimento, sem divisões internas até pequena suficientes para abrigar de dois a quatro moradores. Retrata região do Acre.

– Casa Enxaimel: o enxaimel ou fachwerk é uma técnica que consiste em paredes montadas com hastes de madeira encaixadas entre si em posições horizontais, verticais ou inclinadas cujos espaços são preenchidos, geralmente, por tijolos. Mostra a influência Alemã em Santa Catarina.

– Colonial Português: em Paraty temos um exemplo marcante desse estilo arquitetônico no Brasil, desde as ruas com seu calçamento de pedras até os casarões e casas de um pavimento. As coloridas molduras das janelas abertas diretamente para a rua mostra o charme colonial da mais artística cidade do Rio de Janeiro. Influência Portuguesa.

– Casa de Veraneio: casa moderna, de madeira, com fortes influências norte americana, montada sobre uma pequena palafita a fim de deixa-la mais próxima do mar, a salvo da maré alta. Influência americana deixada no Ceará.

– Casa Quilombola: casa feita de “Pau a Pique” ou “Taipa de Mão”, é uma técnica que consiste no entrelaçamento de madeiras verticais fixadas no solo, com vigas horizontais, geralmente bambu, amarradas entre si com cipós, dando origem a painéis que são preenchidos com barro, podia ser alisado ou não ou ainda receber pintura de caiação. Construções típicas do Mato Grosso.

– Casa das Flores: casa no estilo polonês, construída de madeira e toda decorada com temas florais destacando-a com uma delicada e sutil beleza. Influência polonesa no Paraná.

– Favela do Rio de Janeiro: também chamada de Comunidades, essa aglomeração populacional consiste em conglomerados de casas modestas e pequenos prédios que ocupam todos os espaços disponíveis nas encostas dos morros. São construídas com materiais básicos e sem muita preocupação estética. Retrata moradias do Rio de Janeiro.

– Casarão do Pau Preto: uma mistura de dois estilos de arquitetura, a parte mais antiga de colonial português e a parte da chamada “Tuia” construída em estilo inglês. Influência portuguesa e inglesa em São Paulo.

Bira Toledo

É um artista autodidata, que desde criança descobriu por meio da brincadeira a juntar vários objetos e transformá-los em maquetes, na maioria com a temática de guerra. O que era uma brincadeira na infância tornou-se um hobby na juventude e arte na maturidade.

Serviço

Mostra ArquiCultura – Arte & Arquitetura Brasil

Local: Museu da Água (rua do Museu, 205, Tombadouro, atrás da Concessionária Balilla.

Horário: espaço abre de terça a domingo, das 9h às 16h.

Com informações da Prefeitura de Indaiatuba

Imagem:: Eliandro Figueira RIC/PMI

Sobre o autor

Gilson Azevedo

Gilson Azevedo

Jornalista - MTB 0081 948/SP.
Simplesmente apaixonado por boteco.
Contato: gil@z1portal.com.br

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: