Esportes em Geral

Nadal, Federer e Djokovic vão às quartas de Wimbledon sem ceder set

Redação
Escrito por: Redação

EFE – O espanhol Rafael Nadal, o suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic se garantiram nesta segunda-feira nas quartas de final de Wimbledon e todos se mantiveram sem ceder um set sequer nas partidas disputadas até esta fase do torneio.

O atual número 1 do mundo passou pelo tcheco Jiri Vesely e volta assim a figurar entre os oito melhores da grama londrina pela primeira vez desde 2011, quando alcançou a última de cinco decisões na competição.

Nadal superou o adversário por 3 a 0, com parciais de 6-3, 6-3, 6-4, em uma hora e 45 minutos.

A última vez que o espanhol havia vencido duelo de quarta rodada havia passado, para o argentino Juan Martín Del Potro, avançando para encarar e superar o americano Mardy Fish. Após bater o britânico Andy Murray, caiu na final para Djokovic.

O líder do ranking da ATP pegará nas quartas de final o vencedor do duelo entre Del Potro e o francês Gilles Simon.

Federer, por sua vez, superou o francês Adrian Mannarino por 3 a 0, com parciais de 6-0, 7-5 e 6-4, em uma hora e 47 minutos. No jogo, o número 2 do mundo, praticamente não teve o serviço ameaçado, mais uma vez, mantendo todos os saques no All England Club.

O suíço do mundo está na segunda maior sequência da carreira em número de sets seguidos vencidos, 32, e chega ao seu 16º Grand Slam seguido sempre se classificando, pelo menos, para as quartas de final – o suíço não disputou o US Open de 2016 e Roland Garros em 2016 e 2018.

Nas quartas, Federer encarará o sul-africano Kevin Anderson, oitavo cabeça de chave, que hoje eliminou o francês Gael Monfils, vencendo duelo por 3 sets a 1, com parciais de 7-6 (4), 7-6 (2), 5-7 e 7-6 (4), em três horas e 29 minutos.

Já Djokovic, que é o 12º favorito em Wimbledon, garantiu classificação ao vencer o russo Karen Khachanov, também em sets diretos, com parciais de 6-4, 6-2 e 6-2, em partida que durou uma hora e 46 minutos.

Na sequência da competição, o sérvio terá pela frente o japonês Kei Nishikori, 24º cabeça de chave, que superou de virada hoje o letão Ernests Gulbis, em jogo que teve quatro sets, fechado com 4-6, 7-6 (5), 7-6 (10) e 6-1.

Ainda neste domingo, o americano John Isner eliminou o grego Stefanos Tsitsipas, vencendo partida por 3 sets a 0, com 6-4, 7-6 (8) e 7-6 (4).

O favorito de número 9 encarará agora o canadense Milos Raonic, número 13, que eliminou outro representante dos Estados Unidos, Mackenzie McDonald por 3 a 1, com 6-3, 6-4, 6-7 (5) e 6-2. Com informações da EFE

Imagem de capa: reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: