No Mineirão, Santos FC perde para o Atlético-MG

Em cobrança de pênalti, Nacho Fernández empatou a partida, aos 24 minutos.

66
Reprodução

Atuando no Estádio do Mineirão, o Santos FC perdeu para o Atlético-MG por 3 a 1, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, na noite desta quarta-feira (13). Raniel marcou o gol do time santista.

O próximo compromisso do Peixe será no domingo (17), diante do Sport, às 20h30, no Estádio da Ilha do Retiro.

Logo no início da partida, Léo Baptistão saiu lesionado, e deu lugar a Raniel. E as duas equipes iniciaram procurando o ataque, deixando o jogo equilibrado.

Aos 15 minutos, Marinho cobra escanteio fechado, e quase abre o placar com um gol olímpico.

A primeira etapa encerrou com muita disputa no meio campo, sem muitas chances claras de gol.

E na volta para a segunda etapa, o Santos abriu o placar, aos 3 minutos. Lucas Braga carrega a bola e toca para Raniel, na entrada da área. O atacante faz um lindo giro, e bate firme no canto esquerdo do goleiro Everson. Terceiro gol do centroavante, em 24 jogos com a camisa santista.

Em cobrança de pênalti, Nacho Fernández empatou a partida, aos 24 minutos.

Um minuto depois, Marinho cobra falta para o meio da entrada, e Vinícius Zanocelo ganha pelo alto, cabeceia com força, e a bola explode no travessão.

O Atlético-MG marcou o segundo gol aos 29 minutos e o terceiro aos 35 minutos, e deu números finais ao jogo.
FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 3 x 1 SANTOS FC
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, Mineirão.
Data: quarta-feira, 13 de outubro de 2021
Horário: 19h00
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Bruno Boschilia
Cartões Amarelos: Dodô (CAM); Wagner Leonardo, Jean Mota, Lucas Braga e Raniel (SFC)
Gols: Raniel aos 3min, Nacho Fernández (p) aos 24min e aos 35min e Nathan Silva aos 29min do segundo tempo.
Atlético-MG: Everson; Mariano (Calebe), Nathan Silva, Réver e Dodô; Allan, Jair (Tchê Tchê), Zaracho e Borrero (Nacho Fernández); Keno (Igor Rabello) e Diego Costa (Eduardo Sasha). Técnico: Cuca
Santos FC: João Paulo; Vinícius Balieiro (Diego Tardelli), Emiliano Velázquez e Wagner Leonardo; Marcos Guilherme (Madson), Camacho, Jean Mota (Gabriel Pirani) e Vinícius Zanocelo e Lucas Braga; Léo Baptistão (Raniel) e Marinho. Técnico: Fábio Carille