Homem

O que é zona de conforto? 3 razões homem para você expandir a sua

Redação
Escrito por: Redação

Você já deve ter ouvido falar numerosas vezes na expressão zona de conforto, tal como no quão importante é expandirmos as nossas fronteiras e experimentarmos coisas inusitadas, testando as nossas habilidades e desenvolvendo os nossos talentos.

Mas o que é, exatamente, essa zona de conforto?

Em poucas palavras, pode-se afirmar que a zona de conforto é um espaço no qual as suas atividades e as suas atitudes se enquadram em uma rotina e em um padrão que tende a minimizar o estresse e o sentimento de risco.

Brené Brown, autora de The Gifts of Imperfection, define a zona de conforto da seguinte maneira: “O estado no qual nosso senso de incerteza, de carência e de vulnerabilidade é minimizado, e no qual acreditamos que ainda exercemos algum controle“.

Os benefícios são claros: uma felicidade regular, ainda que morna, e um grau reduzido de ansiedade e de estresse. No entanto, isso nem sempre é positivo e podemos convencê-los com dois argumentos.

Em primeiro lugar, muitas vezes a nossa zona de conforto não envolve as melhores coisas para nós. Nós somos seres humanos complexos, e não é raro encontrar gente que tem uma performance melhor — seja lá no que for — sob pressão.

Em segundo lugar, a fim de maximizarmos o nosso desempenho nas mais diferentes atividades, é imprescindível que experimentemos um estado de ansiedade relativa, no qual os nossos níveis de estresse estejam um pouco mais altos do que o normal.

De acordo com Joshua Foer, autor do livro Maximize Your Potential, a única maneira de desenvolvermos o nosso talento é através dos desafios:

Nos momentos de treino, a maioria dos músicos toca os trechos que são a sua  especialidade. É claro que o fazem: é bom quando as coisas dão certo. No entanto, todos os músicos de primeira tendem a se concentrar nas partes difíceis, nas partes que ainda não dominaramEles sabem que a única maneira de desenvolver uma habilidade exige que pratiquemos um pouco acima de nossos limites.

Quais seriam, portanto, as principais vantagens e os principais benefícios de deixar a sua zona de conforto e expandir as suas fronteiras?

1# VOCÊ SERÁ MAIS PRODUTIVO

Todos nós já deixamos para fazer alguns (ou vários) projetos da faculdade/trabalho no último minuto. E, se não houvesse prazos e expectativas, é provável que nem mesmo os fizéssemos. Quando não nos confrontamos com uma certa pressão, é normal fazermos só o mínimo necessário para seguirmos em frente.

2# VOCÊ SABERÁ LIDAR COM O INESPERADO

Aprender a lidar com as adversidades e com os eventos inesperados de livre e espontânea vontade poderá prepará-lo para as mudanças de vida que se forçarem sobre você.

Nas palavras de Brené Brown, do livro The Gifts of Imperfection: “Em momentos de instabilidade social, econômica e política, as nossas zonas de conforto diminuem”. 

Escolher deixar a sua zona de conforto é uma decisão muito mais sábia do que esperar o momento em que você será forçado a abandoná-la, e poderá levá-lo a descobrir os muitos talentos ocultos que certamente possui.

3# VOCÊ SE TORNARÁ MAIS CRIATIVO

Ao entrar em contato com novas experiências, com realidades distintas da sua e com habilidades inusitadas a serem desenvolvidas, você abrirá as portas para uma longa série de ideias que o inspirarão e o instruirão. Isso desenvolverá a sua capacidade de raciocínio e a sua criatividade, entre muitas outras coisas bastante úteis.

VÍDEO EM DESTAQUE

Imagem de capa: reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: