O que se sabe sobre ataque extremista a bar LGBTQ+ na Noruega

Um homem de 42 anos foi preso e acusado de homicídio, tentativa de homicídio e atos terroristas após um tiroteio no centro da capital da Noruega, Oslo.

Duas pessoas morreram e 21 ficaram feridas, 10 delas em estado grave, em um bairro de vida noturna agitada na madrugada de sábado, no horário local.

A polícia disse que considera o ataque um ato de terrorismo islâmico.

As vítimas foram baleadas dentro e fora do London Pub, um popular bar LGBTQ+, e perto do clube de jazz Herr Nilsen e de outro pub.

Continue lendo na íntegra na BBC/Brasil