Indaiatuba

Organização da Faici deixa a desejar na conscientização do uso de bebidas alcoólicas e direção

Nelson Polinário
Escrito por: Nelson Polinário
Nenhuma. Nenhuma ação de conscientização ao consumo consciente ou a bebida associada a direção foi realizada na FAICI 2018 de Indaiatuba.

Por Nelson Polinário – Em 2017, a mais tradicional festa de peão do Brasil que acontece na cidade de Barretos foi destaque na mídia devido a suas ações de conscientização. Em parceria com a AMBEV e o ICDH (Instituto de Compromisso com o Desenvolvimento Humano),  toda equipe da festa de Barretos de 2017 foi treinada para alertar o público que o consumo deve ser inteligente, que a venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos é proibido por lei e que se beber, não dirija. As mensagens estavam espalhadas em todo evento: arena, letreiros, entrada e caminho até as atrações, camarotes, locais de venda, coletes dos ambulantes e uniformes dos comerciantes. Foi uma ação tão completa que até os cantores alertavam durante seus shows para o consumo inteligente.

Vale ressaltar que a lei estadual Nº 15.428, DE 28 DE MAIO DE 2014 estipula a obrigatoriedade do uso da expressão “Se beber, não dirija” em todos os cardápios e propagandas de bares, restaurantes e boates no Estado de S.Paulo. Dessa forma, mesmo a FAICI Indaiatubana sendo um evento particular e juridicamente podendo não se enquadrar na lei, seria socialmente necessário ela assumir seu papel na conscientização sobre o consumo inteligente. Afinal, mesmo que a organização da festa não seja “obrigada”  (ainda) a realizar campanhas sobre possíveis complicações do consumo de bebidas alcoólicas, ela poderia começar a se atualizar “moralmente” e já se estruturar para cumprir seu papel social de conscientizar seus consumidores.

Por conta disso, o Portal Z1 questionou a assessoria de imprensa da FAICI sobre a falta de cartazes informativos sobre o consumo consciente no evento e obteve a seguinte resposta que “a consciência de beber e não dirigir deve ser das pessoas; que existem leis para controlar quem dirige bêbado e que como única ação nesse sentido a organização disponibilizou linhas públicas de transporte a custo zero para que todos chegassem e fossem embora da festa em segurança”. (Mas fica a pergunta: A organização está arcando com os custos dos ônibus que são da viação do município ou é uma parceria com a prefeitura, em que os impostos municipais custeiam os transportes?)

 Em linhas gerais, apesar da FAICI de 2018 apresentar diversos pontos positivos e novidades, no que tange a adaptação às inovações morais, informativas e interativas, decepciona muito por praticamente não se preocupar com a conscientização sobre o consumo inteligente de bebidas alcoólicas e nesse quesito fica muito atrás de outras grandes festas.

RESPOSTA OFICIAL DA  ORGANIZAÇÃO: FAICI 2018

A organização da FAICI 2018  informa que, com relação à conscientização sobre consumo consciente de bebida alcoólica e respeitando a Lei nº 15.428, de 28 de maio de 2014, mantém no recinto da Festa, como nos anos anteriores, cartazes que informam sobre a proibição na venda para menores de 18 anos, em todas as barracas que comercializam bebidas alcoólicas, além de faixas instaladas pelo recinto, que informam sobre a proibição na venda, consumo ou permissão de  bebida alcoólica para menores, bem como a identificação em cada acesso de camarote. Tudo isso em conjunto com o Conselho Municipal Anti Drogas (COMAD).

Além disso, em parceria com a Prefeitura Municipal de Indaiatuba, viabilizou, junto a Santa Cecília Turismo (SOU Indaiatuba), empresa que administra as linhas do transporte público municipal, a integração do transporte coletivo com um atendimento operacional especial exclusivo, saindo do Jardim Tropical (na região do Polo Shopping Indaiatuba), com destino ao recinto e, ainda, linhas com ponto de partida no recinto e destino aos bairros no início da manhã. Este atendimento – conforme informado anteriormente – intitulado Polo Shopping/FAICI está sendo disponibilizado aos usuários a cada hora, de acordo com a demanda, durante os dias da Festa, de quinta-feira a domingo. Para ter acesso basta pegar qualquer uma das linhas disponíveis no município, já que todas fazem uma parada no Polo Shopping, sempre a partir das 18h30, e fazer a integração – durante o período de uma hora – até a Festa. Além disso, todas as linhas da cidade têm como ponto inicial o recinto da FAICI. Esse diferencial funcionará também na segunda semana do evento, no início das linhas (noturno/madrugada) de sexta-feira a domingo. Dessa maneira, o público poderá retornar ao bairro de sua residência utilizando os ônibus municipais logo pela manhã. A lista com todas as linhas disponíveis e previsão do horário de passagem em frente ao recinto está disponível no site oficial da FAICI. Importante ressaltar que a integração das linhas só é permitida ao usuário portador do cartão eletrônico, que pode ser feito gratuitamente com documento de identidade e comprovante de residência no terminal urbano, a antiga rodoviária, localizado no Centro da cidade. O valor da tarifa é de R$3,50.

Por fim, quanto ao atraso para o início do show da dupla Zé Neto & Cristiano, realizado no dia 2 de agosto, a organização informa que toda estrutura necessária para que a apresentação começasse no horário previsto estava disponível dentro do prazo e que a decisão quanto ao início do show foi definida pela equipe da dupla.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa:

Samanta De Martino
Armazém da Notícia

 

 

Sobre o autor

Nelson Polinário

Nelson Polinário

Nelson Polinário é ator, diretor teatral e professor, Presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Indaiatuba, Consultor em Mercado Artístico-Cultural e fundador do Espaço Teatral e Cia "Nelson Polinário". Soma em sua carreira participações em espetáculos vencedores dos maiores prêmios brasileiros e experiências com conceituados artistas e cias da Itália, Israel, Canadá, Espanha, Holanda e França.

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: