Paulínia: Homem é preso suspeito de manter ex-namorada em cárcere privado

De acordo com a Polícia Civil, suspeito não aceitava fim do relacionamento. Jovem de 24 anos teria ficado duas semanas encarcerada pelo ex, sofrendo ameaças e agressões.

51
Reprodução

Um homem de 29 anos anos foi preso suspeito de manter a ex-namorada em cárcere privado, sob ameaças e agressões, por duas semanas, em Paulínia (SP). De acordo com a Polícia Civil, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento e manteve a jovem de 24 anos presa em sua residência no bairro Bom Retiro, sem acesso ao celular e documentos.

Ainda segundo a Polícia Civil, sem conseguir contato com a mulher, familiares procuraram a delegacia e registraram boletim de ocorrência de desaparecimento.

O delegado Roney de Carvalho Barbosa explica que foi na delegacia que a jovem, ouvida em uma sala separada do ex-companheiro, relatou que era mantida em cárcere havia duas semanas. À Polícia Civil, o homem alegou que mantinha a mulher em casa para evitar que ela usasse drogas.

Vizinhos teriam confirmado que a jovem pedia os documentos e que as discussões eram frequentes. O delegado relatou ainda que a vítima era ameaçada com uma faca e agredida no período em que ficou encarcerada pelo ex. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

O homem que já tinha uma passagem na polícia por tráfico de drogas acabou preso em flagrante e deve ser indiciado por cárcere privado, ameaça e lesão corporal.

responsivevoice_button voice=”Brazilian Portuguese Female”]