Corrupção

PF prende Joesley, vice-governador de MG e deputado

Redação
Escrito por: Redação
Ao todo, organização cumpre 63 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão temporária

Os executivos da JBS Joesley Batista e Demilton de Castro, o vice-governador de MG, Antonio Andrade (MDB) e o deputado João Magalhães (MDB-MG) foram presos pela Polícia Federal, nesta sexta-feira (9), em operação que investiga um suposto esquema de corrupção no Ministério da Agricultura durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Segundo o ‘G1’, a PF também cumpre 63 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão temporária, expedidos no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, cumpridos no Distrito Federal e em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso.

Deputados presos lotearam postos do Detran em 20 cidades do RJ, diz MPF

A operação Capitu é um desdobramento da Lava Jato baseada na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB.

Os investigadores verificaram que a existência de um esquema de arrecadação de propina no Ministério da Agricultura para beneficiar políticos do MDB, que recebiam dinheiro da JBS, que pertence aos irmãos Joesley e Wesley Batista, em troca de medidas para beneficiar as empresas do grupo. Com informações do Notícias Ao Mundo.

Imagem:  Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: