Z1 Cidades

Piracicaba: Falta de remédios em farmácias municipais prejudica pacientes; ‘compra em licitação’, diz Saúde

Redação
Escrito por: Redação
Moradores alegam ausência de medicamentos de uso contínuo, como os de controle de pressão arterial; entrega deve ser normalizada em 30 dias, segundo a administração.

Moradores de Piracicaba (SP) sofrem com a falta de remédios de uso contínuo nas farmácias municipais. Unidades de saúde estão sem medicamentos para controle de pressão alta, anticoncepcionais, e, em alguns casos, faltam inclusive analgésicos. A Prefeitura afirmou que a compra dos produtos está em processo de licitação e que a entrega deve ser normalizada em 30 dias.

A equipe da EPTV constatou o problema em, pelo menos, três farmácias públicas, e conversou com alguns pacientes. Atendentes das unidades confirmaram a falta de medicamentos durante consulta por telefone.

A vendedora Claudia Oliveira é hipertensa e não pode ficar sem o medicamento de uso contínuo que controla a pressão arterial e do anticoncepcional injetável. Na unidade onde ela retira os remédios, no Jardim Esplanada, a atendente confirmou a falta de nifedipina e depo-provera à reportagem da EPTV.

A última vez que a paciente conseguir retirar os remédios na farmácia municipal foi em julho deste ano. Ela afirma que quadro de saúde já se agravou. “Sinto fortes dores de cabeça, a pressão voltou a subir”, disse. “Ficamos com as mãos atadas”, lamentou.

Prefeitura

A Prefeitura de Piracicaba afirmou que a compra do remédio nifedipina, usado no controle de pressão alta, está em processo de licitação. “A distribuição deve ser normalizada em 30 dias”, disse a administração municipal.

Sobre o anticoncepcional depo-provera, a Prefeitura afirmou que o produto é fornecido pelo Ministério da Saúde. Em relação à falta de dipirona e do propanolol, mostrado na reportagem, a administração municipal não soube responder.

O Ministério da Saúde alegou que já fez a compra do medicamento depo-provera e que a entrega nas unidades deve ocorrer até o fim de setembro.

Imagem: Reprodução/EPTV

Com informações do G1

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: