Destaque

Por quanto tempo você ainda vai viver?

Redação
Escrito por: Redação
A expectativa de vida está aumentando no mundo – pessoas nascidas em 2016 viverão em média sete anos a mais do que aquelas nascidas há 25 anos.

Insira suas informações abaixo para saber qual é a expectativa de vida para pessoas de sua idade, país e gênero, assim como quanto tempo você ainda deve viver com boa saúde.

Por que a expectativa de vida muda com base na idade?

Esse índice é o número de anos que espera-se que uma pessoa viva em média baseado em sua idade, gênero e país. Realizado pela Organização Mundial da Saúde, o projeto Global Burden Disease, que analisa os efeitos sobre a saúde de mais de cem doenças em oito regiões do mundo, calcula a expectativa de vida a partir das taxas de mortalidade em diferentes faixas etárias.

A expectativa de vida pode variar para pessoas de diferentes idades, porque é calculada como o número de anos que espera-se que a pessoa viva caso ela já tenha atingido determinada idade.

Por exemplo, uma menina nascida em 2016 no México deve viver até 79 anos, no entanto, a expectativa de uma mulher de 65 anos no México era de 84 anos em 2016 – sua expectativa de vida é mais alta porque ela já chegou aos 65 anos e, portanto, é provável que viva mais 20 anos.

Como funciona a calculadora?

Os dados por trás desta calculadora são baseados nas informações mais recentes do estudo Global Burden of Disease, de 2016.

Os valores para a expectativa de vida na calculadora são arrendondados para o ano seguinte mais próximo, após a inclusão de dados da expectativa de vida restante para a faixa etária relevante. Na maioria dos casos, a faixa etária compreende cinco anos, por exemplo, de 10 a 14 anos.

“Por quanto tempo você seguirá saudável” é um número calculado com base no numero de anos que uma pessoa deverá viver com boa saúde, levando em conta deficiências. Isso é exibido como uma porcentagem da expectativa de vida restante.

Os resultados presumem que as taxas de morte e incapacidade permanecem constantes durante o restante da vida de uma pessoa, então, não são levados em conta possíveis avanços científicos e melhorias em tratamentos médicos.

Produção: Tom Calver, Nassos Stylianou, Becky Dale, Nick Triggle, Ransome Mpini, Prina Shah, Joe Reed e Eleanor Keane.

Agradecimentos ao Institute for Health Metrics and Evaluation.

Com informações da BBc

Imagem de capa:Reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: