Indaiatuba

Prefeitura lança Programa Caminho das Rosas focado na prevenção de violência contra a mulher

Redação
Escrito por: Redação

Segundo o administrador municipal, as mulheres precisam ter coragem para sair da situação de violência doméstica. “Muitas vezes a mulher que sofre violência fica com medo, vergonha e não denuncia, não pede ajuda. O desfecho dessas histórias muitas vezes é trágico. O novo programa tem o objetivo de mostrar quais são os direitos das mulheres, e orientá-las sobre o que fazer nestas situações de violência. Posteriormente vamos conseguir também atuar na prevenção desses crimes cometidos contra as mulheres”. E completou. “Recentemente estive reunido com o comandante da polícia civil do Estado de São Paulo, Dr. Paulo Afonso Bicudo, e solicitei em caráter de emergência uma delegada para a nossa Delegacia de Defesa da Mulher”.

Idealizadora do programa, Tânia Castanho ressaltou que os casos de violência contra a mulher são identificados principalmente nos serviços de saúde, de assistência social ou órgãos de segurança pública. “A vítima as vezes recorre a uma unidade de saúde e caso o médico identifique a violência, esse caso será inserido no sistema de proteção à mulher, um mecanismo de gestão da informação, nas secretarias de saúde, segurança e social”, explicou.

Segundo ela, o Caminho das Rosas tem também como foco a humanização dos funcionários que lidam com situações de agressão e atuação na prevenção. “No tocante aos registros dos casos de agressão teremos condições de mapear as ocorrências no nosso município e saber onde ocorrem, como e com que frequência. Assim conseguiremos fazer ações mais focadas de prevenção e conscientização sobre esse tipo de ocorrência”, assegurou. O “Programa Caminho das Rosas” envolve as secretarias de Saúde, Família e Bem Estar Social, Segurança, e terá o apoio da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Indaiatuba e de ordem fundamental, a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

O evento contou com a palestra “Era uma vez um príncipe encantado…só que não!”, tema que foi abordado pela advogada das áreas cível, família e criminal, Fábia Cristina de Almeida Bigarani, pela psicóloga, Kátia Precoma, e pela advogada especialista em direito da família, Alexssandra Manoel Garcia. Alexssandra surpreendeu o público ao relatar sobre sua experiência enquanto vítima de violência doméstica por sete anos.

O Ação Mulher contou ainda com a participação das secretárias Graziela Milani (Relações Institucionais e Comunicação), Rita de Cássia Trasferetti (Educação), Graziela Garcia (Saúde), Enides Nogueira Lopes Cruz (Funssol), comandante da Guarda Civil (Marilza Souza). Também estiveram presentes os secretários da Família e Bem Estar Social, Luiz Henrique Furlan, e da Segurança Pública, Alexandre Guedes Pinto, além de muitas empresárias, funcionárias públicas e profissionais liberais do município.

A abertura do encontro foi realizada pelas mulheres da Orquestra Sinfônica de Indaiatuba, contou com apresentação da peça “Sinais”, do Núcleo Experimental de Artes Cênicas de Indaiatuba, e foi encerado com show da Carol Naine “Qualquer Pessoa Além de Nós”. Com informações da Prefeitura de Indaiatuba

Imagem:Eliandro Figueira RIC/PM

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: