Corrupção

‘Rei do Ônibus’ assume que pagava propina para Jorge Picciani

Redação
Escrito por: Redação
Jacob Barata Filho assumiu que fazia pagamentos ao chefão do MDB do Rio de Janeiro.

Acusado pelo Ministério Público Federal no processo da Operação Cadeia Velha, o empresário Jacob Barata Filho, conhecido como rei dos ônibus do Rio de Janeiro, prestou depoimento nesta sexta-feira (24) ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do RJ.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, Barata assumiu culpa em algumas acusações. Ele confessou que fez pagamentos aos emedebistas Jorge Picciani e Paulo Mello, ex-presidentes da Assembleia Legislativa fluminense.

Picciani, chefão do MDB no Rio, e Mello negaram ter recebido valores indevidos.

O “Rei dos Ônibus” ainda ofereceu devolver R$ 80 milhões do seu patrimônio aos cofres públicos. Marcelo Bretas aceitou.

No início do ano, a Operação Cadeia Velha prendeu toda cúpula da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Imagem:

Com informações do Notícias ao Minuto

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: