Z1 Cidades

São Carlos: DIG prende homem que deixou mulher em estado vegetativo após estupro e agressão

Redação
Escrito por: Redação
Suspeito de 38 anos foi encontrado em Ribeirão Preto e confessou o crime. Violência contra mulher com deficiência física ocorreu em outubro de 2017, em São Carlos.

Um homem suspeito de deixar uma mulher em estado vegetativo após estuprá-la e agredi-la, em outubro do ano passado, em São Carlos (SP), foi preso nesta quarta-feira (6), em Ribeirão Preto. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime.

Após investigações, José Geraldo Nagasako Damaceno, de 38 anos, foi encontrado na cidade, que fica a cerca de 100 km de São Carlos.

“Ele tentou manter relações sexuais com ela, a vítima não aceitou, ele pegou à força. Após o ato consumado ele alegou que teve medo e desespero, pegou o transformador que estava sobre uma geladeira e desferiu quatro golpes na cabeça da vítima”, disse o delegado da DIG, Gilberto de Aquino.

Damaceno vai responder pelos crimes de estupro e tentativa de homicídio. Segundo a Polícia Civil, ele já havia sido preso por ter matado a própria mãe.

Casa da mulher onde ocorreu o crime em outubro de 2017 (Foto: Chico Francelin/ Arquivo EPTV)

Casa da mulher onde ocorreu o crime em outubro de 2017 (Foto: Chico Francelin/ Arquivo EPTV)

O crime

A mulher de 53 anos, que tem deficiência física, foi encontrada gravemente ferida no dia 14 de outubro de 2017, dentro de sua casa, na Vila Rancho Velho.

De acordo com o delegado Gilberto de Aquino, o namorado do agressor conhecia a vítima e combinou de ir buscar uma geladeira que ela iria doar ao casal. Damaceno foi até o local e cometeu o crime.

Antes de fugir, ele ainda roubou objetos e dinheiro da casa. A mulher foi socorrida e ficou internada na Santa Casa de São Carlos.

Imagem

Com informações do G1

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: