São João da Boa Vista: Polícia Civil procura suspeito de assassinar estudante da Unicamp; homem tentou matar outra mulher no sábado

Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, foi morta com 28 facadas quando caminhava no domingo (15). Segundo parentes, Michael Douglas da Silva é esquizofrênico. Ele ainda não foi localizado.

Polícia procura suspeito de matar estudante; homem tentou matar outra mulher em São João da Boa Vista — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil de São João da Boa Vista (SP) procura um homem de 28 anos, suspeito de assassinar a estudante da Unicamp Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, com 28 facadas no domingo (15).

Michael Douglas da Silva é suspeito de tentar matar outra mulher, no sábado (14), e já há um mandado de prisão temporária contra ele, segundo o delegado Fabiano Antunes.

O suspeito teria apontado uma arma para a vizinha em uma pensão, mas os disparos falharam. Silva sofre de esquizofrenia e morava com os pais em São João, segundo informaram familiares à polícia.

“Ele atraiu sua vizinha até o quarto e pediu para ela ajudar a puxar um armário. Assim que ela entrou, ele deu uma coronhada na cabeça dessa moça e efetuou dois disparos, mas a arma falhou. Eles entraram em luta corporal, ela pediu socorro e ele fugiu. [Depois de tentar matar a vizinha], ele se escondeu na área de mata, onde teria encontrado a Mayara e a teria matado. Ele tem passagens pela polícia por crime de violência doméstica e porte ilegal de arma”, disse o delegado.

Cães farejadores e 45 policiais trabalham nas buscas do suspeito na Serra da Paulista.

O corpo de Mayara é velado nesta segunda-feira (16), no velório da Santa Casa de São João da Boa Vista (SP), na Vila Conrado. O sepultamento da jovem está marcado a terça-feira (17), às 8h, no Cemitério Municipal.

A estudante Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, foi assassinada em São João da Boa Vista — Foto: Reprodução/Facebook

A estudante Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, foi assassinada em São João da Boa Vista — Foto: Reprodução/Facebook