Futebol Brasil

Sem fazer força, Palmeiras vence o primeiro teste na América Central

Redação
Escrito por: Redação

O time da casa não teve nenhum jogador convocado para disputar a primeira Copa do Mundo da história do Panamá, na Rússia. A sensação, porém, foi de que mesmo se estes jogadores que atuaram no Mundial estivessem em campo, o Verdão ainda assim golearia.

A formação do Palestra que anotou os dois primeiros gols teve Weverton; Marcos Rocha, Edu Dracena, Luan e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Hyoran e Willian. E o primeiro tento veio justamente do trio de ataque.

Dudu bateu rápido arremesso lateral para Willian, que recebeu completamente livre na área e cruzou para Hyoran, sozinho, empurrar para as redes aos 12 minutos do primeiro tempo. Mesmo no amistoso, o tento pode ter sido importante para o camisa 28, especialmente considerando a volta de Gustavo Scarpa ao clube.

Com 22 jogados, já estava 2 a 0. Dudu controlou o meio-campo e abriu para Victor Luis, que conduziu até a área. Quando os panamenhos esperavam o cruzamento, o lateral tocou para trás, onde Willian bateu de primeira e contou com desvio para mandar para as redes.

No jogo modorrento, ficou mais clara a intenção de Roger Machado de escalar Weverton na vaga de Jailson no retorno do Campeonato Brasileiro, dia 19, contra o Santos, no Pacaembu. O então titular está suspenso e Fernando Prass ficou em São Paulo para tratar inflamação no joelho.

Também foi possível notar a nova movimentação de Dudu na primeira partida da equipe de Roger Machado sem Keno. O camisa 7, que vinha atuando mais fixo pelos lados do campo, passou a cair mais pelo meio-campo, dando nova dinâmica ao ataque palestrino.

No segundo tempo, como permitido pelo regulamento, Roger Machado fez 10 mudanças. A equipe passou a ter Weverton; Mayke, Pedrão, Thiago Martins e Emerson Santos; Thiago Santos, Jean e Vitinho; Lucas Lima, Artur e Deyverson. Por fim, uma 11ª troca foi permitida apenas para que Yan fizesse sua estreia pela equipe profissional do Verdão – o atacante entrou na vaga de Vitinho.

Com esta formação, o Verdão teve três oportunidades de ampliar, duas com Artur e uma com Deyverson, mas o ponta chutou ambas para fora e o centroavante parou no goleiro. De mais, sem destaques positivos na equipe.

Após a estreia no Torneio por La Paz de Colón, o Alviverde ainda irá enfrentar o Independiente Medellín, na próxima quarta-feira, às 22h15 (de Brasília), novamente no Panamá. Depois, o time viaja para a Costa Rica, onde encara o Liha Alajuense, no próximo dia 8.

Esta é a primeira vez do time palestrino no Panamá. Na Costa Rica, o clube esteve em duas oportunidades – em 1952 e 1964 – e disputou três jogos: vitórias sobre o Orión, pela Taça Ribeiro de Carvalho, e diante do Deportivo Saprissa, pela Taça Presidente da República, ambas em 1952 e pelo placar de 2 a 1. Em 1964, novo confronto ante o Saprissa e outro triunfo – 3 a 0, em partida amistosa.

A última vez que o Verdão havia participado de um torneio amistoso internacional foi durante a pré-temporada de 2016, quando disputou a Copa Antel (Torneio de Montevidéu), no Uruguai, enfrentando o Libertad-PAR e o Nacional-URU. Com informações da gazeta Esportiva.

Imagem de capa:Willian abriu o placar para o Palmeiras (Reprodução/SEP)

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: