Sexo

Sexo anal: como um homem pode se preparar para ser penetrado

Redação
Escrito por: Redação

O sexo anal ainda é um tabu entre homens, mas eles não sabem que o ânus pode trazer prazer e benefícios para a saúde; saiba como fazer e se preparar

O sexo anal é um grande tabu entre os homens , muitos não têm vontade de fazer e nem querem que a parceira encoste o dedo na região. Mas o que grande parte deles não sabe é que o ânus pode, sim, reservar prazer. Além disso, há também os benefícios do sexo em suas diversas formas – melhora da autoestima e humor –, como declara Rodrigo Barbosa, especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo e Coloproctologia.

O sexo anal ainda é um tabu para muitos homens, mas eles não sabem que o ânus reserva prazer e outros benefícios
shutterstock

O sexo anal ainda é um tabu para muitos homens, mas eles não sabem que o ânus reserva prazer e outros benefícios

O proctologista defende que o sexo anal deve ser tratado com mais naturalidade, “o importante é ter prazer”. Ele explica que o prazer no sexo anal está relacionado a uma série de fatores, não somente da estimulação do ânus e da próstata. “Tem muito a ver com o psicológico”, alerta, reforçando a necessidade de esquecer os tabus e de relaxar quando um homem for experimentar.

A sexóloga do site de sexo casual C-date, Carla Cecarello, acredita que muitos dos tabus ainda existem porque a prática está muito associado com o sexo entre dois homens. “O tabu é a relação homossexual, já que a religião prega uma relação entre homem e mulher”, afirma. Carla acredita que o homem não quer que brinquem com seu ânus por causa da da sexualidade, ainda relacionando o sexo anal exclusivamente ao sexo entre dois homens.

Barbosa acredita que os tabus também são socioculturais e religiosos, mas que os tabus sobre a atividade têm diminuído e que as pessoas estão experimentando mais, mas, mesmo assim, é preciso reforçar e explicar sobre o sexo lá atrás, que pede muitos cuidados específicos, tanto na preparação prévia quanto na hora de fazer.

Leia também: 7 regras do sexo anal que o homem deve saber antes de praticar com a parceira

A preparação para o sexo anal

A lavagem, muito conhecida, não é tão recomendada, e, se for o caso, deve ser feita com instrumentos adequados
shutterstock

A lavagem, muito conhecida, não é tão recomendada, e, se for o caso, deve ser feita com instrumentos adequados

Em primeiro lugar, o proctologista constata que uma dieta rica em fibras acompanhada de exercícios físicos, que faz bem de uma maneira geral para a pessoa, é recomendada para que o sexo seja mais higiênico.

Em se tratando de lavagem, é preciso tomar cuidado com os instrumentos utilizados, com preferência pela utilização de instrumentos próprios para fazer a lavagem aos poucos. “Não é que a lavagem faz mal, mas o instrumento pode não ser adequado”, diz, usando o exemplo de duchas compartilhadas por mais de uma pessoa. Barbosa também afirma que supositórios e laxantes não são recomendados.

Carla propõe até a abolição da lavagem, já que prejudica a mucosa anal. Nem com ducha, nem com supositório, “é importante fazer o controle através da alimentação”, ela afirma, e indica ainda uma dieta mais leve, sem gordura, para se preparar para o sexo.

A primeira vez estimulando

É possível realizar a primeira estimulação do ânus na própria masturbação solo, mas muitos homens nem têm ideia
shutterstock

É possível realizar a primeira estimulação do ânus na própria masturbação solo, mas muitos homens nem têm ideia

Muitos homens não sabem nem como começar a estimulação do ânus, por nunca terem feito. O proctologista indica que o homem deve, em primeiro lugar, brincar na própria masturbação e estimulação solo para ver se tem prazer, com toques, por exemplo, e “sem grandes exageros nos brinquedos”. Ele considera que esse estímulo durante as preliminares com outra pessoa também é “super válido” e faz com que você sinta menos dor posteriormente.

Em ambas as situações, Barbosa reforça a utilização de lubrificante para que seja prazeroso, já que o ânus não tem lubrificação. Carla acrescenta que é importante começar a estimulação do ânus com um dedo ou outro objeto não muito grosso.

A sexóloga também compartilha uma posição sexual como dica para a primeira vez: a conchinha. Ela explica que tal posição colabora para que não haja um contato tão direto, nem uma penetração tão direta, e, assim, é possível que quem está sendo penetrado possa parar o ato sentir necessário.

Na hora do sexo

Na cama, o homem pode contar com a parceira para estimular o ânus, usando dedos e brinquedos, e também o seu pênis
shutterstock

Na cama, o homem pode contar com a parceira para estimular o ânus, usando dedos e brinquedos, e também o seu pênis

Já na hora do sexo, Carla declara que “preliminares são fundamentais sempre”. No caso do anal, é muito importante utilizar camisinha e lubrificante, “deslizando sem impacto na mucosa anal”, e ela esclarece que os géis contém cicatrizante, o que ajuda a recompor a região após a penetração.

E como pode acontecer entre um homem e uma mulher? A sexóloga propõe a ideia de utilizar brinquedos sexuais, mas revela que é preciso ter muita intimidade para tal. Outra sugestão dela é que a mulher estimule também o pênis do parceiro, enquanto a próstata está sendo estimulada pelo ânus.

Toda essa atividade pode melhorar, sim, o orgasmo do homem, de acordo com Carla. “Tudo depende do nível de envolvimento, a relação precisa ser excitante”, conta. O proctologista diz que, além disso, é necessário ter muita paciência para não desenvolver fissuras anais, que eventualmente até precisam de cirurgias.

Leia também: 10 coisas que os homens não devem fazer no sexo anal

Ponto G masculino

O ponto G masculino fica no reto na altura da próstata e, quando estimulado, pode melhorar o orgasmo do homem
shutterstock

O ponto G masculino fica no reto na altura da próstata e, quando estimulado, pode melhorar o orgasmo do homem

Os dois especialista acreditam que o ponto G masculino existe. Em tese, fica dentro do reto, na altura da próstata, onde a estimulação do órgão é mais prazerosa, mas Barbosa afirma que ele é muito variável de homem para homem e acredita que, ao longo dos anos, o ponto G até mude de lugar.

Assim, a sexóloga afirma que é recomendado que os homens sejam mais bem informados com relação ao sexo anal, pois muitos não conhecem e não sabem sobre os prazeres da região. “A região anal é cheia de inervação. Quando o homem tem ereção, a região fica muito sensível [e pode ser estimulada]”, explica a especialista, que reforça que a estimulação anal no homem não é algo errado.

Fonte: Deles – iG @ http://deles.ig.com.br/mundo-masculino/2018-05-25/sexo-anal-homem.html

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: