Sorocaba: Mensagens mostram que condenado por matar a ex tentou acalmá-la após agressões: 'Não tenha medo de mim'

Imagens de uma conversa entre o condenado por matar a ex-namorada Geovanna Crislaine Soares da Silva, de 17 anos, e a vítima revelam que ele tentou se justificar de uma agressão cometida contra a adolescente antes de matá-la. Nas mensagens é possível ver que ele até tentou acalmar a vítima após agredir a jovem.

Geovanna foi morta a facadas por Jackson Silva dos Santos em 27 de outubro de 2018. A Justiça o condenou a 16 anos de prisão em júri popular, na quinta-feira (4). O julgamento havia sido suspenso em março de 2020 por causa da pandemia do coronavírus.

Na época do assassinato, o corpo da vítima foi encontrado no bairro Caputera. Jackson chegou a procurar a polícia para se entregar e foi solto por conta da lei eleitoral, mas acabou sendo preso definitivamente dias depois.

Em 2019, durante uma audiência, o rapaz confessou o crime. Além do interrogatório de Jackson, uma testemunha de defesa também foi ouvida e outras quatro foram interrogadas.

A reportagem do G1 obteve conversas que mostram que o rapaz apresentou desculpas após ter atacado a vítima e prendido a respiração dela. A data das mensagens trocadas não foi informada (veja abaixo).

Em certo momento, é possível ver que a adolescente chegou a afirmar que estava com medo do rapaz, que ele a deixou sem ar e não queria atender as ligações. Ele chega a falar que fez “coisa errada”, que não era para ter medo e que era para a vítima perdoar.

Conversa entre a vítima de Sorocaba e o ex-namorado condenado — Foto: Reprodução

Conversa entre a vítima de Sorocaba e o ex-namorado condenado — Foto: Reprodução

Print de conversa entre a vítima de Sorocaba e o ex-namorado — Foto: Reprodução

Print de conversa entre a vítima de Sorocaba e o ex-namorado — Foto: Reprodução

Conversa entre a vítima de Sorocaba e o ex-namorado — Foto: Reprodução

Conversa entre a vítima de Sorocaba e o ex-namorado — Foto: Reprodução

Conversa entre a vítima de Sorocaba e o ex-namorado preso — Foto: Reprodução

Conversa entre a vítima de Sorocaba e o ex-namorado preso — Foto: Reprodução

Print de conversa entre a vítima e o ex-namorado preso pelo assassinato dela — Foto: Reprodução

Print de conversa entre a vítima e o ex-namorado preso pelo assassinato dela — Foto: Reprodução

Feminicídio

Em depoimento à polícia no dia 28 de outubro, Jackson contou que foi buscar Geovanna no trabalho e os dois discutiram. Por conta de uma crise de ciúme do ex-namorado, a vítima jogou o celular para fora do carro e acabou sendo esfaqueada.

Segundo o jovem, um homem que passava pela rua pediu para que ele parasse com a agressão. Jackson, então, saiu correndo e só soube da morte de Geovanna por conhecidos. Durante o depoimento, ele chegou a dizer aos policiais que estava arrependido.

Antes da confissão, o irmão de Jackson declarou à polícia que havia recebido uma ligação dele dizendo que precisaria “ficar escondido por um tempo”, sem informar o motivo.

Na época do crime, a prima de Geovanna, Jéssica Bezerra da Silva, contou ao G1 que a jovem se distanciou da família durante os três anos em que namorou Jackson por conta dele. O relacionamento havia terminado havia dois meses quando a adolescente foi esfaqueada.

A mãe da jovem divulgou um vídeo de agradecimento pelo apoio de amigos e familiares após a prisão do rapaz.

O jovem se entregou à polícia durante o período eleitoral, mas foi liberado por causa da lei que proíbe prisões nos cinco dias anteriores às eleições ou 48 horas após o encerramento da votação.

A exceção ocorre apenas em casos de flagrante delito e se houver sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou desrespeito a salvo-conduto.

O caso foi relatado ao Fórum no fim de novembro de 2018 e a prisão preventiva do rapaz foi decretada pela Justiça no dia 7 de dezembro.

Jackson Silva dos Santos e Geovanna Crislaine Soares da Silva — Foto: Arquivo pessoal

Jackson Silva dos Santos e Geovanna Crislaine Soares da Silva — Foto: Arquivo pessoal

Com informações do G1
responsivevoice_button voice=”Brazilian Portuguese Female”]