Z1 Cidades

Sumaré: Comoção marca velório da família morta em acidente

Redação
Escrito por: Redação
Dor e comoção marcaram o velório coletivo da família Pires na manhã de terça-feira, no Ginásio Municipal José Ferreira, em Sumaré. Ao menos 1,5 mil pessoas passaram pelo local. O velório começou por volta das 8h e se encerrou por volta do meio-dia.
Os corpos do serralheiro Ismael Pires, de 44 anos; da mulher, Laurinda Silva Pires, de 38 anos; e dos filhos Ismael, de 16 anos; Israel de 12 anos; Israilany Tainara, de 14 anos; além da neta Tayara Vitória, de um ano e 11 meses foram colocados lado a lado e seriam trasladados para Pirapemas, no Maranhão, onde mora as mães do casal (os pais são mortos há anos). A família morreu durante um acidente entre o carro que estavam, um Nissan Tiida e um caminhão na Rodovia João Mellão, em Pratânia. As vítimas voltavam da casa do irmão de Pires, em Águas de Santa Bárbara a 256km de Sumaré.
A única sobrevivente é uma adolescente de 16 anos, namorada do jovem de 16 anos. Ela teve as duas pernas e um dos braços quebrados e está internada em estado grave no Hospital de Clínicas da Unesp, em Botucatu. Segundo a Polícia Rodoviária, o motorista tentou ultrapassar um carro quando bateu de frente com um caminhão. “Fiquei sabendo do acidente na manhã da segunda-feira. O Ismael foi viajar na quinta-feira passada e me pediu pra cuidar das galinhas que ele criava. Disse que voltaria no domingo, mas não voltou”, contou o irmão caçula, Francinaldo de Oliveira, de 34 anos. A família era evangélica e após o velório os corpos foram guardados na geladeira do necrotério, já que parentes negociavam o traslado para a cidade natal do casal.
Imagem: Reprodução / Dominique Torquato/AAN
Com informações do Correio Popular

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: