Z1 Gastronomia

Tapioca tem carboidrato? Descubra!

Redação
Escrito por: Redação

Uma pergunta bastante recorrente entre as pessoas é se a tapioca tem carboidrato? Descubra, a partir desse artigo preparado pelo Remédio Caseiro, essa e muitas outras peculiaridades sobre esse alimento que já faz parte do cardápio de muita gente.

A tapioca é um alimento obtido através da goma da mandioca. A julgar pelo baixo teor de calorias – cerca de 40 – o ingrediente pode ser consumido a qualquer hora do dia, seja em refeições ou no intervalos delas.

Substâncias como a gordura, glúten e sódio não fazem parte da composição da tapioca. Em contrapartida, as pessoas podem usufruir de fibras e vitaminas. Na dúvida, é sempre válido consultar um nutricionista para adequá-la ao seu cardápio.

Tapioca tem carboidrato?

Essa é uma pergunta que já foi respondida logo na introdução desse texto. Para quem não se ligou ainda, a tapioca tem sim carboidratos. Se for uma tapioca preparada da maneira mais simples, ela possui cerca de 40 gramas de carboidratos.

Esse número de carboidratos pode variar, a depender do incremento usado no preparo da tapioca, no caso, o recheio. É bom destacar que, uma pessoa normal deve consumir entre 200 e 300 gramas de carboidratos por dia.

Porém, antes de fazer uso da tapioca para qualquer que seja o objetivo – entre os principais estão emagrecer ou contribuir para a hipertrofia – o mais seguro é consultar um médico, seja ele nutricionista ou endocrinologista.

Tapioca de queijo

Uma tapioca simples possui cerca de 40 gramas de carboidratos (Foto: depositphotos)

Isso acaba ajudando a extrair o melhor do ingrediente, sempre levando em consideração o objetivo que se quer alcançar. Além do mais, isso passa mais segurança para o paciente por saber que está fazendo a coisa certa.

Como preparar tapioca

Para preparar uma deliciosa tapioca você vai precisar de 2 a 3 colheres (de sopa) de goma da tapioca. Se preferir, pode colocar um pouco de sal também. Coloque a frigideira antiaderente no fogo. Não deixe esquentar muito.

Logo em seguida, coloque a goma de tapioca na frigideira e espalhe sobre a superfície. Aguarde que a massa seja aquecida. Assim que estiver com textura grudada, ponha o recheio da sua preferência. Dobre a massa ao meio e forme a meia lua.

Veja tambémFeijão contém carboidratos? Clique e fique sabendo

Variações de recheio para a tapioca

Na intenção de fazer com que a tapioca siga no cardápio resguardando o seu teor saudável, investir em recheios tidos como leves e que fazem bem a saúde pode ser o grande diferencial no preparo desse alimento.

Veja algumas sugestões que o Remédio Caseiro traz:

– Atum e cenoura ralada
– Frango desfiado, ricota e salsinha
– Espinafre e tomate-cereja
– Milho, berinjela e tomate
– Banana e pasta de amendoim
– Ovo mexido

A partir daí, você também pode usar a sua imaginação, baseando-se na dieta recomendada pelo seu nutricionista, é explorar toda a versatilidade dos recheios para preparar uma tapioca, seja para a refeição ou lanche.

Tapioca: carboidrato ou proteína?

No que diz respeito a composição da tapioca, muita gente se confunde quando se leva em consideração a quantidade de carboidratos e proteínas existentes no alimento. Veja agora um pouco mais sobre isso!

A título de informação, na tapioca é possível encontrar as duas substâncias: carboidrato e proteína. Para que não reste mais dúvidas, veja a proporção em que cada uma delas aparece no alimento:

Uma tapioca pequena, pesando cerca de 50 gramas, contém 43 gramas de carboidratos, 1 grama de proteína e cerca de 70 calorias. Como deu para perceber a quantidade de carboidratos se sobressai no alimento.

O que são carboidratos

Os carboidratos são conhecidos como macronutrientes tidos como fundamentais para manutenção e bom funcionamento do organismo. Eles são conhecidos como fonte de energia para o corpo realizar suas funções normais.

Eles são formados por oxigênio, hidrogênio e carbono. Para que ele se transforme em energia para alimentar o corpo nas suas funções, no processo de digestão, eles liberam glicose, que é uma fonte de energia para as células.

Os carboidratos também podem ser chamados de glicídios ou açúcares. É importante destacar que todos os carboidratos são de origem vegetal, com exceção do mel. Por isso eles estão presentes em frutas, legumes, grãos e tubérculos.

No que diz respeito à função dos carboidratos no organismo, eles também são estruturais, presentes no DNA e RNA. Os carboidratos são classificados em três grupos: monossacarídeos, dissacarídeos e polissacarídeos.

Veja também: Lista com 10 alimentos ricos em carboidratos

O que são proteínas

As proteínas são identificadas como sendo macromolécula composta por cadeias lineares de aminoácidos. No organismo, elas desempenham o papel de fornecem material para a construção e manutenção dos órgãos e tecidos.

Em um contexto geral, as proteínas podem ser classificadas como sendo de origem vegetal ou animal. A primeira delas são consideradas incompletas, já que são pobres em variedade de aminoácidos essenciais.

Enquanto as proteínas de origem animal são completas por conter todos os aminoácidos essenciais. Outra função das proteínas é participar da formação de hormônios, enzimas e anticorpos.

Benefícios da tapioca

A julgar só por dois dos componentes da tapioca – carboidrato e proteína – já se pode ter noção do quão benéfico esse alimento pode se apresentar para o corpo. A tapioca é considerada um alimento natural, por ser originária apenas de mandioca.

“Embora esse alimento contenha bastante carboidrato em sua composição, o seu uso de maneira controlada pode trazer alguns benefícios para seus consumidores”, destaca o médico Patrick Rocha.

Ela contém sais minerais como o ferro, cálcio, fósforo, além de baixo teor de sódio, não possui gordura e é rica em carboidratos de fácil digestão. Para os pacientes com intolerância a glúten, a tapioca é uma saída, já que não causa nenhum tipo de inflamação no organismo.

Pegando essa questão de não conter glúten, a tapioca previne problemas relacionados ao intestino, inchaço e o acúmulo de gordura. Porém, na hora de preparar a tapioca, o recheio pode ser uma variação que pode colocar todos esses benefícios a perder.

Veja outros benefícios da tapioca para a saúde:

  • Faz bem aos ossos
  • Melhora o sistema nervoso
  • Aumenta a capacidade cognitiva
  • Regula a pressão dos vasos sanguíneos
  • Traz benefícios também na gravidez

Farinha de tapioca tem carboidrato

A farinha de tapioca tem um índice glicêmico de 115. Isso quer dizer que ela se encaixa na categoria de carboidrato simples. Em se tratando de dieta de perda de peso, isso pode ser uma variável não muito aproveitada pelo seu corpo.

Os carboidratos simples são assim conhecidos por não precisar de muito tempo para serem digeridos pelo organismo. Dessa forma, a pessoa costuma a sentir fome com mais facilidade, o que pode ser um risco para o sucesso das dietas.

No entanto, para ser consumida, a farinha de tapioca precisa ser misturada a outros ingredientes. Sendo assim, o índice glicêmico será uma média de tudo o que foi consumido, por isso que é tão importante recorrer a uma orientação profissional.

O que é mais saudável tapioca ou pão integral?

Se você tem dois alimentos tidos como saudáveis e quer saber qual deles é mais indicado para determinado objetivo, analisá-los a fundo sempre é a melhor solução. Em relação a tapioca e o pão integral, essa é uma dúvida bastante recorrente.

Para isso, só é necessário que se leve em consideração a quantidade de calorias presente em cada um deles. Para preparar a tapioca, por exemplo, é necessário três colheres (de sopa). Cada uma dessa colher possui 32,5 calorias. Logo, 97,5 calorias.

Já quando se avalia o pão integral, uma fatia apresenta 68 calorias. No preparo de um sanduíche, sem levar em consideração o recheio, são utilizadas duas fatias. Nesse caso, 136 calorias.

Veja tambémCuscuz tem carboidrato? Descubra!

Claramente pode ser concluído que o melhor para a dieta é a tapioca. Porém, esses valores calóricos apresentados não devem ser vistos como via de regra, pois vai depender da marca do produto utilizado e do tamanho da porção.

Tapioca engorda?

Para responder essa pergunta, você tem de levar em consideração uma série de fatores. O primeiro deles vem a partir da quantidade de tapioca que você vai ingerir. Depois, qual o recheio que está sendo usado.

Tapioca com carne seca

Por não ter glúten, a tapioca previne problemas relacionados ao intestino (Foto: depositphotos)

É importante que você tenha em mente que, mesmo se tratando de um alimento com baixo teor de calorias, a ingestão demasiada pode somar todas elas e, ao final, chegar a uma quantidade elevada, o que vai gerar prejuízo para a sua dieta.

“Embora possua poucas calorias em sua composição, trata-se de um alimento com um alto teor de carboidratos, além de nenhuma fibra dietética em sua composição, algo pouco interessante quando o assunto é emagrecimento”, diz o Dr Rocha.

No geral, a tapioca é, sim, uma ótima opção de carboidrato, enquadrando-se no seu cardápio saudável. Isso também inclui o uso pelas pessoas que praticam exercícios físicos nas academias de ginástica.

A tapioca no dia a dia

Depois de tudo que foi apresentado nesse artigo sobre a tapioca, já dá para se considerar um especialista, certo? No entanto, para qualquer informação adicional, o melhor é procurar o médico!

Deu para perceber que, apesar de muitos benefícios, o consumo exagerado da tapioca pode trazer algumas consequências, principalmente quando o que está em jogo é a perda de peso. Fique atento e boa utilização!

Com informações do Remédio Caseiro

 

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: