Futebol Internacional

Técnico do México reclama: “Árbitro favoreceu totalmente o Brasil”

Redação
Escrito por: Redação

EFE – O técnico do México, o colombiano Juan Carlos Osorio, reclamou bastante da atuação do árbitro italiano Gianluca Rocchi na derrota de sua equipe para o Brasil por 2 a 0 nesta segunda-feira, em Samara, pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

“Acredito que o árbitro favoreceu totalmente o Brasil”, criticou Osorio em entrevista à “Fifa TV” ainda à beira do gramado, alegando que o italiano contribuiu para a postura dos atacantes adversários de cavarem faltas.

“É uma vergonha para o futebol que se perca tanto tempo com um só jogador. A perda da veemência com a qual jogamos o primeiro tempo tem a ver com a arbitragem, os jogadores se cansaram de tanta interrupção. Em uma jogada que demorou quatro minutos”, indicou o técnico em entrevista posterior ao jogo.

Osorio se referia ao lance em que Neymar levou um pisão de Miguel Layún no tornozelo direito, fora da jogada. O atacante já estava fora do gramado, mas o juiz esperou até que o brasileiro se recuperasse para reiniciar o jogo.

O técnico colombiano do México não quis mencionar Neymar especificamente, apesar da insistência dos jornalistas para que ele esclarecesse a declaração.

“Ele não é um bom exemplo para o futebol”, ressaltou Osorio.

“O futebol tem que ser um jogo com virilidade, de homens e não com tanta palhaçada. Tanta interrupção diminuiu a atitude de quem tinha a iniciativa do jogo”, continuou o técnico da ‘Tri’.

Além disso, Osorio destacou que a seleção mexicana teve mais posse de bola na Cosmos Arena, com 54%, e que o jogo foi sentenciado apenas nos acréscimos da etapa final, com o gol de Roberto Firmino.

“México deu trabalho, fez um jogo pau a pau, mas não tivemos a eficácia deles”, declarou

o ex-treinador do São Paulo, que lamentou o fato de a ‘Tri’ não ter aberto o placar, apesar do domínio territorial inicial.

“Fizemos um bom começo, mas não conseguimos nos colocar em condições de marcar um gol. E quando se tem uma equipe como esta pela frente, há o risco de que eles encontrem uma maneira de marcar a qualquer momento”, analisou.

Para Osorio, falou qualidade para o México no último terço do campo. A diferença entre os brasileiros e seus jogadores, segundo o treinador, é que os atletas de Tite atuam nos grandes da Europa.

“Na medida em que o futebol mexicano exporte mais jogadores e que eles joguem com os melhores a cada fim de semana, a seleção dará um salto de qualidade”, avaliou o treinador.

Sobre a continuidade no cargo, Osorio disse que é preciso tomar decisões com calma e fazer uma análise meticulosa, em detalhe.

“A federação tomará uma decisão e nós tomaremos a nossa. Neste momento, isto é o menos relevante. Acabamos de perder uma partida muito importante, que doeu em todos. Nos próximos dias, os chefes tomarão suas decisões, eu as minhas, e vocês saberão”, afirmou. Com informações da EFE

Imagem de capa: reprodução

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: