Treino muito, mas não vejo resultados, o que pode estar acontecendo?

Escolher uma academia que seja longe do trabalho ou de casa não é uma boa opção.

76
Reprodução

Você frequenta a academia e se alimenta corretamente, porém não vê os resultados dos treinos. Alguns hábitos podem estar prejudicando o seu desempenho e impedindo de alcançar os objetivos. Muitas vezes uma lesão ou a falta de acompanhamento podem ser os responsáveis por esse efeito.

Escolher uma academia que seja longe do trabalho ou de casa não é uma boa opção. Com a distância, pode surgir à “preguiça” e isso diminuirá a frequência. Para facilitar essa questão, existem hoje redes de academias que permitem a utilização em locais diferentes. Isso pode ser uma solução para quem tem o dia a dia agitado e ajudará a manter a rotina de treino. Outra opção fácil e prática é treinar no condomínio ou em casa. Nesses casos, é necessário organizar os horários e ter disciplina.

Todas as pessoas que praticam atividades físicas estão sujeitas a lesões. No entanto, ficar sem praticar exercícios é ainda mais prejudicial à saúde. Por isso, não deixe de se exercitar por medo de se lesionar. O ideal é treinar de maneira correta e minimizar os riscos.

Para evitar lesões, é fundamental começar devagar e sem exageros. Caso seja iniciante, é melhor optar por aparelhos e exercícios que movimentem uma única articulação. Com o tempo, é possível começar a incorporar exercícios mais complexos e aumentar a carga. É importante ficar atento ao espelho para observar se a postura e o movimento estão corretos. Se não houver espelho no local, uma dica é filmar e analisar depois. Isso certamente irá ajudar a melhorar seus resultados.

Dificilmente conseguiremos alcançar um resultado se fizermos sempre o mesmo treino, pelo contrário. Dependendo do tipo de exercício, manter o mesmo padrão sempre pode ocasionar em uma lesão. Por isso, é importante estar sempre modificando suas atividades. Essa atualização é fundamental porque precisamos treinar o corpo como um todo, trabalhando resistência, força, condicionamento, potência, coordenação e flexibilidade. Mas sempre fazendo isso com a orientação e supervisão de um profissional da área.

Mesmo se o objetivo é emagrecer, um treino de hipertrofia ou força será importante para aumentar a massa magra. Além disso, ao acelerar o metabolismo, consequentemente queimamos mais calorias, assim como os músculos mais fortes irão aguentar treinos mais intensos e complexos, o que irá gerar maior queima de calorias.

Portanto, procure a orientação de um profissional adequado, devidamente certificado, para que possam analisar o treino, verificar todas as variáveis envolvidas, e realizar os ajustes e mudanças necessárias dentro dos objetivos esperados, com segurança e supervisão.