Valinhos: Com planejamento estratégico em segurança, município intensifica policiamento e Guarda Civil Municipal já constata queda de criminalidade

Há um mês, a GCM (Guarda Civil Municipal) de Valinhos, em parceria com a PM (Polícia Militar), com análises de dados e ações planejadas, intensificou a ronda em vários bairros de Valinhos, sobretudo nos locais em que incidência de queixas de roubos e furtos eram mais frequentes.

Reprodução

Entre os bairros, estão Reforma Agrária, Macuco e São Bento, além de regiões próximas. Na última semana, por exemplo, em especial no Reforma Agrária e no Macuco, a corporação constatou queda importante no registro de criminalidade.

“Nosso objetivo é sempre cuidar da segurança da população. As atuais ações dos nossos profissionais da Guarda Civil Municipal, juntamente com os policiais miliares que atuam em Valinhos, são resultados de trabalhos de inteligência e planejamento”, afirma a prefeita Capitã Lucimara Godoy. E, estas ações, complementa a prefeita, foram decisivas para reduzir os índices de roubos e furtos em bairros como Reforma Agrária e São Bento.

Outras ações já estão planejadas e em andamento, como nos bairros Palmares, Morada do Sol, Figueira, Pinheiros e Parque Portugal, além da região central.
“Era frequente as reclamações de insegurança. Na última semana, não tivemos queixas, principalmente no Reforma Agrária. Pretendemos, inclusive, a curto prazo instalar câmeras de segurança inteligente nos bairros como Reforma e São Bento”, comenta o secretário de Segurança Pública e Cidadania, Osmir Cruz.

O trabalho da GCM consiste em deixar viaturas fixas em pontos estratégicos, com bloqueios e controle de vias, utilizando os recursos existentes, como a ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) e outros grupamentos. “As viaturas estão presentes das 6 horas até a meia noite. Todo dia tem ação preventiva e ostensiva”, garante o subcomandante da Guarda, Leandro da Silva, lembrando que ainda é mantido o patrulhamento noturno na cidade toda.

Conforme o subcomandante, as principais queixas envolviam ações com motos “Algumas foram guinchadas e os veículos apreendidos”, comenta ele, lembrando que por dia chegava a ter até duas reclamações sobre roubos e furtos, principalmente no Reforma Agrária.

A ação policial não tem prazo para término. “O objetivo, seguindo a determinação da prefeita Capitã Lucimara, é não parar; os resultados estão positivos e vamos dar sequência no trabalho”, avalia o secretário Osmir Cruz.

De acordo com a GCM, os demais bairros da cidade não tiveram prejuízo em detrimento da intensificação das rondas nestas áreas.