Z1 Cidades

Votorantim: Serial killer oferecia dinheiro em troca de relação sexual com vítimas, diz delegado

Redação
Escrito por: Redação

O serial killer preso por matar quatro mulheres em Votorantim (SP), nos últimos três anos, atraía as vítimas para usar drogas e oferecia dinheiro em troca de programas sexuais, diz o delegado seccional Marcelo Carriel.

Everton Julio Soares, de 27 anos, foi apresentado na Delegacia Seccional de Sorocaba nesta segunda-feira (13). Após a prisão dele pela morte de Mara Aparecida de Faria, em dezembro do ano passado, a polícia conseguiu concluir as investigações dos outros três crimes. Além de Everton, o pai dele também está preso.

“Testemunhas disseram que ele não conseguia ter relação sexual com elas, por isso tentava introduzir objetos nas vítimas, e depois matava com golpe na altura da cabeça, desfigurando o rosto, e em dois casos ateou fogo no rosto delas”, afirmou o delegado.

Quatro mulheres foram assassinadas pelo serial killer em Votorantim. Caso está sendo apresentado na delegacia em Sorocaba (SP). (Foto: Reprodução/TV TEM)

Quatro mulheres foram assassinadas pelo serial killer em Votorantim. Caso está sendo apresentado na delegacia em Sorocaba (SP). (Foto: Reprodução/TV TEM)

De acordo com Carriel, a forma de agir do serial killer chamou a atenção durante a investigação. Natural de Votorantim, Everton assassinou as mulheres perto da casa dele. Segundo a polícia, crimes ocorreram em um raio de dois quilômetros. Ele está preso preventivamente desde fevereiro pela morte de Mara Aparecida de Faria.

A mulher foi encontrada morta, seminua e com o rosto parcialmente queimado em uma quadra esportiva da Vila Garcia. A Polícia Civil vai pedir a prisão do assassinato nos outros três casos. Everton continuará na prisão até o julgamento dos crimes.

Além de Mara, morta em dezembro passado, foram vítimas do serial killer Jéssica Roberta Pereira, 30 anos, morta em 17 de maio de 2014; Rosângela da Cruz Silva, 50 anos, assassinada em 18 de abril de 2015; e Lúcia Yumi Ukai Fukany, 52 anos, morta em 19 de março do ano passado.

Mara Aparecida de Faria, de Votorantim, foi morta em dezembro do ano passado (Foto: Arquivo pessoal)

                             Mara Aparecida de Faria, de Votorantim, foi morta em dezembro do ano passado (Foto: Arquivo pessoal)

Com informações do G1

Imagem d ecapa;

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

%d blogueiros gostam disto: