Mulher

Xadrez é sinônimo de festa junina? Nada disso! Veja como apostar na estampa

Redação
Escrito por: Redação
O xadrez Príncipe de Gales é tendência do momento, mas acredite: essa padronagem não está nada relacionada à festa junina ou dançar quadrilha!

O mês de junho é sinônimo de três coisas: festa junina, inverno e xadrez. Porém, nenhuma dessas coisas precisam estar necessariamente relacionadas. Existem, sim, diversas formas de fugir do “visual de quermesse” apostando na estampa, ao mesmo tempo em que é possível compor um look de inverno que seja moderno e estiloso.

Leia também: Veja dicas de como apostar na tendência das botas coloridas durante o inverno

O xadrez tartan é o mais tradicional entre as padronagens e ganhou visibilidade por causa dos kilts usados na Irlanda
Reprodução/Pinterest

O xadrez tartan é o mais tradicional entre as padronagens e ganhou visibilidade por causa dos kilts usados na Irlanda

Na realidade, a origem da estampa xadrez não está nada ligada às festas que acontecem em junho, mas ainda é bastante incerta. De acordo com a personal stylist Juliana Parisi, existem registros antigos de que a civilização Celta tecia para compor figuras geométricas. Porém, só a partir do século XVII, a estampa começou a se popularizar. “Esse padrão conhecido como tartan ou tartã, começou a se difundir para a Escócia, onde se transformou um símbolo da lealdade nacional, adornando os ‘kilts’.”

É exatamente essa padronagem tartã que ficou popular na hora de acender a fogueira e dançar a quadrilha. “O tartã é um dos mais usados nas festas que acontecem em junho e aparece geralmente nas cores clássicas: verde, vermelho e preto”, explica a profissional.

Mas por que o xadrez é uma “marca registrada” das festas juninas que acontecem no Brasil? Segundo a consultora de imagem e estilo Rita Heroína, o motivo disso é que, por aqui, essa estampa era vista como vestuário campesino, ou seja, ligado ao meio rural. Assim, como o mês de junho era aproveitado para celebrar os santos e agradecer pela colheita, a característica “caipira”, assim como essa estampa, ficou marcada — mas não parou por aí.

Leia também: Por que os tênis estilo ‘daddy sneakers’ estão chamando tanta atenção?

O xadrez tendência do momento

O xadrez Príncipe de Gales apareceu pela primeira vez no século 19 e se popularizou por causa da Família Real britânica
Reprodução/Pinterest

O xadrez Príncipe de Gales apareceu pela primeira vez no século 19 e se popularizou por causa da Família Real britânica

Essa padronagem já deixou de ser ligada apenas à essas comemorações há tempos, especialmente em outros lugares do mundo onde esse tipo de festa não é celebrada. Sendo tão antiga, ela passou a ser considerada um clássico da moda e foi incorporada à diversas coleções, voltando a ser tendência.

Nos desfiles para a coleção outono/inverno 2018, por exemplo, o xadrez Príncipe de Gales ou “Glen Plaid”, em inglês, chamou total atenção e não demorou para aparecer pelas ruas. “A estampa voltou a ganhar força em peças mais amplas e surradas e, neste inverno, surgiu em todas as marcas como peça indispensável e queridinha da estação, além de inúmeros looks modernos e atuais no ‘street style'”, afirma Juliana.

Rita complementa que o fato da Família Real Britânica estar chamando muita atenção recentemente, principalmente na quebra dos protocolos que envolveram a cerimônia do casamento do Príncipe Harry, também pode estar influenciando o sucesso da estampa.

O “Príncipe de Gales” ganhou visibilidade em meados do século 19 por causa da Condessa de Seafield, da Escócia, que apareceu usando peças com essa estampa pela primeira vez. O “apelido” surgiu depois que Edward VIII — tio da Rainha Elizabeth II e, na época, Príncipe de Gales — popularizou a padronagem já no século 20. “Este xadrez é um dos mais tradicionais e ao mesmo tempo, populares. Ele pode englobar o clássico e o moderno”, afirma Rita.

Outro fator que fez com que a volta do “Príncipe de Gales” fosse possível em 2018 é a tendência retrô que está rondando o mundo da moda. Junto às lavagens desgastadas, peças “oversized” e tecidos como lurex e vinil, esse padrão já era popular nos anos 90 por seguir uma linha minimalista.

“A diferença entre esse e outros tipos de xadrez está no formato, na frequência e no tamanho das linhas. Cada xadrez tem sua características, mas o ‘Príncipe de Gales’ possui linhas mais estreitas e quadrados mais sutis, é um xadrez muito elegante que geralmente aparece em peças de alfaiataria e com cores mais sóbrias”, explica Juliana.

Leia também: Cinco modelos de casaco que prometem fazer sucesso no inverno de 2018

Fugindo do “visual junino”

Existem diversas formas de usar a padronagem xadrez  no dia a dia sem que pareça estar indo para uma festa junina
Reprodução/Pinterest

Existem diversas formas de usar a padronagem xadrez no dia a dia sem que pareça estar indo para uma festa junina

Por estar tão em alta, fugir da “roupa de festa junina” não é tão difícil assim. Além de existir uma infinidade de padrões da estampa, existem táticas que podem ajudar a compor um look bem estiloso para usar durante os dias mais frios. “Aposte em um mix de estampas ou use-o em peças mais estruturadas, como a alfaiataria”, recomenda Rita.

A sobreposição ou a mistura de estampas podem deixar o visual bastante moderno, segundo a consultora de imagem e estilo, o “Príncipe de Gales” e o “Pied-de-Poule”, por exemplo, são padrões fáceis de serem combinados com quase todas as peças inverno, sejam elas mais voltadas pro “street style”, seguindo uma linha moderna, ou um item mais tradicional e clássico. “Eles são chiques por natureza”, comenta.

Juliana complementa que a principal coisa a se pensar é tentar fugir do combo camisa xadrez, jeans e bota de montaria, já que essas são as peças geralmente utilizadas para participar de uma festa junina. Entretanto, não é preciso deixar a camisa de lado:

“Algumas apostas seriam usar a camisa com uma sobreposição com suéter, aparecendo apenas um pedaço do xadrez, a camisa usada aberta por cima de outra blusa lisa ou apenas como um detalhe amarrada na cintura, aproveitando para destacar e equilibrar a silhueta”, sugere a personal stylish.

Outra ideia é escolher a estampa em peças variadas e acessórios, como cachecóis e capas. “Deixe a peça como destaque do look e combine com o restante preto, branco, jeans ou até mesmo com detalhes vermelhos, como uma bota vermelha que está super em alta.”

Segundo a especialista, o xadrez combina tanto para as mulheres que gostam de visuais mais clássicos, até para aquelas que preferem algo mais despojado. Assim, não é difícil encontrar uma estampa que combine mais com você. Só não se esqueça que seguir o seu próprio estilo é o mais importante antes de apostar em uma tendência!

Fonte: Delas – iG @ http://delas.ig.com.br/moda/2018-06-21/xadrez-estampa-tendencia-moda.html

 

Sobre o autor

Redação

Redação

Deixe um Comentário

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: